#CHEGOU, CHEGANDO

  • domingo, 23 abril 2017 00:00
Rafinha faz o 1º gol com a camisa do CSA Rafinha faz o 1º gol com a camisa do CSA Alisson Frazão - ASCOM CSA

CSA consegue vitória qualificada, derruba invencibilidade do ASA e chega a final 

 

 Aquilo que parecia improvável, aconteceu. Sem ainda ter vencido, o ASA nesta temporada, o CSA precisaria derrubar o alvinegro. E foi isso que aconteceu.

Jogando em Arapiraca, o CSA conseguiu a vitória por 2 a 1. Ainda no primeiro tempo, Rafinha conseguiu abrir o marcador. No tempo final, Didira ampliou e deixou o CSA ainda mais perto da decisão. Nos acréscimos, o ASA ainda conseguiu diminuir com Thiago Souza.

A vitória do CSA mostrou a superação de um time que seguiu para o segundo jogo em desvantagem e conseguir reverter.

Na decisão do título, o CSA enfrentará o CRB em dois jogos. O primeiro compromisso será apenas com a torcida do CRB e o segundo jogo, apenas com a torcida do CSA.

O Jogo

A partida em Arapiraca começou em clima de uma verdadeira decisão. Disputa forte no meio campo, muitas faltas e disputas de domínio das ações.

Foi justamente em uma situação de bola parada que o CSA abriu o marcador. Thiago Potiguar tentou a jogada individual do um para um e o zagueiro Montoya usou como último recurso para a jogada. Rafinha partiu para cobrança, bateu forte, a barreira abriu e enganou Luis Cetin: gol do CSA. Azulão 1 a 0.

Com o gol marcado, o CSA buscou uma postura de controlar o jogo e a partida perdeu qualidade e tivemos muitas faltas. Os times também passaram a arriscar os chutes de fora da aérea.

Somente aos 40 minutos, o jogo voltou a esquentar. Após um cruzamento, Montoya subiu e cabeceou para empatar o jogo, mas Mota fez uma defesa excepcional e segurou a vitória parcial do CSA.

Dois minutos depois, Rafinha mostrou que estava inspirado e com um novo chute de fora da área, assustou o goleiro Cetin. No último lance do primeiro tempo, Thiago Potiguar chutou rasteiro e Cetin defendeu.

No começo do tempo final, o primeiro lance de perigo foi favorável ao CSA. Celsinho chutou de longe e voltou a assustar o goleiro Luís Cetin. O CSA voltou a incomodar aos sete minutos, quando Daniel Costa driblou o marcador e chutou rasteiro para fora.

Aos nove minutos, foi a vez de Leandro Kível chutar com muita força e Mota fazer um milagre com uma bela defesa. Quatro minutos depois foi a vez de Léo Campos chutar forte e Mota novamente fez uma defesa sensacional.

O jogo em Arapiraca esquentou. Três jogadores foram expulsos. Thiago Potiguar e Mazinho foram expulsos em campo. Mesmo no banco de reservas, Diego Gois também foi expulso.

Logo após a expulsão, jogo com mais espaço de um lado e do outro e o CSA encaixou o segundo gol.  Rayro fez a arrancada e serviu para Didira, o jogador azulino chutou , a bola bateu na trave e entrou: CSA 2 a 0.

Dois minutos depois, o ASA tentou entrar no jogo novamente com uma penalidade após a dividida entre Jeferson Baiano e Mota. Na cobrança de Leandro Kível, o goleiro Mota acertou o lado e defendeu. A resposta do CSA veio aos 32 minutos, quando Everton Heleno cobrou uma falta com precisão e acertou a trave.

Com o ASA partindo para o desespero, o CSA teve espaço para o contra-ataque e em pelo menos duas oportunidades, criou situações. Uma delas com Clayton e outra com Dawhan.

Já nos acréscimos, aos 46 minutos, o ASA ainda chegou ao gol. Thiago Souza finalizou e colocou o ASA para pressionar no finalzinho da partida. No último minuto, o ASA ainda teve um boa oportunidade, mas na cobrança de Eron, a bola bateu na barreira.

Ao final do jogo, o CSA assegurou a vitória sobre o ASA e garantiu a classificação para a finalíssima.

Ficha Técnica

ASA 1 x 2 CSA

Campeonato Alagoano – Semifinal – 2º Jogo

Local: Estádio Coaracy da Mata Fonseca (Arapiraca)

Árbitro: Rodolpho Toski (FIFA-PR)

Árbitro Assistente 1: Lennon Mccarteney (CBF-AL)

Árbitro Assistente 2: Ana Paula Santos (FAF)

4º Árbitro: José Ricardo Laranjeiras (CBF-AL)

5º Árbitro: Maxwell Rocha da Silva (FAF)

Renda: R$    Público:

Cartões Amarelos: Montoya, Douglas Gonçalves, Juninho (ASA) Didira, Thales,  (CSA)

Expulsões: Mazinho, Diego Gois (ASA) Thiago Potiguar (CSA)

Gols: Rafinha (CSA) 6’ do 1º tempo; Didira (CSA) 27’ , Thiago Souza (ASA) 46’ do 2º tempo

Equipes:

ASA: Luis Cetin, Douglas Gonçalves, Montoya (Léo Campos), Eron e Airton; Mazinho, Juninho, Leanderson e Téssio(Jeferson Baiano); Leandro Kível e Jean Carlos

Técnico: Maurílio Silva

CSA: Mota, Celsinho, Thales(Leandro Souza), Douglas Marques e Rafinha; Dawhan, Everton Heleno, Didira (Cleyton)e Daniel Costa(Rayro); Vanger e Thiago Potiguar

 

Técnico: Oliveira Canindé 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.