QUE SUFOCO!

  • domingo, 25 fevereiro 2018 00:00
Neto Baiano, cobra pênalti, dá a virada para o CRB: 2 a 1 Neto Baiano, cobra pênalti, dá a virada para o CRB: 2 a 1 Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

Com um a mais, CRB consegue virada, vence CSE com sufoco e é vaiado pelo torcedor

 

O CRB passou um sufoco, mas derrotou o CSE por 2 a 1, no Estádio Rei Pelé, na 7ª rodada do Campeonato Alagoano. O Galo chegou a sair em desvantagem e depois conseguiu a virada. Erick abriu o marcador para o tricolor já aos 40 minutos do tempo inicial. Quatro minutos depois, Edson Ratinho empatou em uma linda cobrança de falta e já aos 48 minutos, Neto Baiano cobrando pênalti deu a vitória para o CRB.

O CRB jogou um tempo inteiro com um jogador a mais, mas mesmo assim, o CSE teve duas oportunidades claras de empatar o jogo. Uma com Geovânio em uma finalização a queima roupa defendida por Edson Mardenn. Já no final do segundo tempo, Gilberto Matuto cobrou uma falta e Mardenn precisou dar um tapinha evitando o gol de empate.

Com a vitória, o CRB chegou aos 13 pontos e ultrapassou o CEO, ocupando temporariamente a segunda colocação. Já o CSE permaneceu em sétimo lugar com seis pontos.

Na próximo rodada, o CRB fará o clássico contra o CSA, no Estádio Rei Pelé. Já o CSE receberá o Coruripe, no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios.

O Jogo

Jogadores do CSE comemoram o gol que abriu o marcador: tricolor levou a virada - Foto: Ailton Cruz

 

O CRB começou o jogo com mais posse, buscando as ações, mas sem a qualidade para levar perigo contra a defesa do CSE. A primeira finalização com perigo surgiu apenas aos 16 minutos. Manoel cobrou um escanteio e no meio da defesa, Feijão subiu sozinho e cabeceou com perigo para a defesa de André Pereira.

Uma das principais opções ofensivas para o CRB era com Willians Santana pelo lado esquerdo da defesa do CSE. Mas o camisa 7 do Galo criava o lance na individualidade, ia ao fundo, mas no cruzamento, os jogadores do Galo não aproveitavam as oportunidades.

Mas a partida seguia com baixo nível técnico e sem emoção. Somente aos 39 minutos, o CRB conseguiu outro lance acertando o alvo. Edson Ratinho roubou a bola e tocou para Neto Baiano, que chutou forte para defesa do goleiro André Pereira.

Aos 40 minutos, o CSE encaixou a primeira subida com qualidade. Pinheirinho foi ao fundo, levou a marcação de Everton Borges e cruzou, Everton Sena desviou de forma defeituosa e no rebote, Erick dominou e acertou um bel chute, abrindo o marcador e fazendo CSE 1 a 0.

No minuto seguinte, o CRB já buscava o empate e criou a situação do gol. Neto Baiano dividiu com o zagueiro e acabou derrubado. Falta n na entrada da área. Na cobrança, Edson Ratinho colocou com a ‘mão’ e garantiu o empate: 1 a 1.

Quatro minutos depois do empate, o CRB conseguiu uma nova jogada e Neto Baiano foi empurrado pelo zagueiro Diogo Batista. Pênalti para o Galo. Neto Baiano cobrou com imensa categoria e fez o segundo gol regatiano: CRB 2 a 1.

O segundo tempo começou com pouquíssimos lances de perigo ou com poucas jogadas construídas pelas equipes. O CSE teve um grande lance em jogada de Diego Clementino, com finalização de Pinheirinho e grande defesa de Edson Mardeen evitando o empate.

No CRB a principal jogada veio na construção de jogadas em bolas áreas, mas com pouca objetividade.

Aos 36 minutos, o goleiro do CSE, André Pereira  errou em uma saída de bola e tocou nos pés do Neto Baiano, o camisa 9 do Galo, deu um toque pelo alto e quase marcou um golaço. No lance seguinte, o CSE criou uma ótima situação para empatar. Diego Clementino deu o passe e Geovânio acertou um lindo chute de longa distância, a bola explodiu no travessão, assustando o goleiro Edson Mardenn.

Já aos 44 minutos, o CSE quase empatou a partida. Gilberto Matuto cobrou uma falta, a bola descaiu e Edson Mardeen fez uma grande defesa , espalmando para escanteio.

Ficha Técnica

CRB 2 x 1 CSE

Campeonato Alagoano – Fase de Classificação – 7ª Rodada

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió)

Árbitro: José Ricardo Laranjeira (CBF)

Árbitro Assistente 1: Wagner José da Silva (CBF)

Árbitro Assistente 2: Fernanda Felix da Silva (FAF)

4º Árbitro: Gustavo da Silva (FAF)

Renda: R$ 21.936,00 Público: 2.934 torcedores (com 2.025 pagantes)

Cartões Amarelos: Jadson, Adrianinho (CSE) Willians Santana, Ruan (CRB)

Expulsões: Diogo Batista (CSE)

Gols:  Erick (CSE) 40’, Edson Ratinho (CRB) 44’ e Neto Baiano (Pênalti-CRB) 48’ do 1º tempo;

Equipes:

CRB: Edson Mardden, Edson Ratinho, Everton Sena, Edson Borges e Manoel; Feijão; Willians Fernandes, Juliano (Pedrinho), Willians Santana(Rafael Bastos) e Juninho Potiguar(Ruan); Neto Baiano

Técnico: Mazola Júnior

CSE: André Pereira, Gilberto Matuto, Diogo Batista, Jadson e Erick(Lourinho); Paulo César, David (Geovânio), Adrianinho e Pinheirinho; Diego Clementino e Rafinha(Julio)

Técnico: Cleidson Santana

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.