DOMÍNIO

  • domingo, 25 março 2018 00:00
Neto Baiano mostra eficiência e marcou duas vezes para levar o Galo a decisão Neto Baiano mostra eficiência e marcou duas vezes para levar o Galo a decisão Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

CRB vence Coruripe, assegura clássico pelo título em sua 7ª final seguida

 

Pela primeira vez nos últimos anos, o CRB chega a uma decisão com duas vitórias nas semifinais. Jogando no Estádio Rei Pelé, o CRB venceu o Coruripe na segunda partida semifinal por 2 a 0, com dois gols marcados por Neto Baiano.

Classificado para a decisão, o CRB encaixa a sétima final consecutiva, sendo a terceira seguida contra o CSA. Atual tricampeão alagoano, o CRB busca garantir um tetra campeonato.

O técnico Mazola Jr admitiu que o Coruripe valorizou muito o resultado e fez o Galo ‘sofrer’, mas afirmou que a equipe atingiu o objetivo. “Chegamos a uma final, mas um objetivo cumprido. Fomos a melhor equipe do campeonato. Temos apenas uma derrota, temos o melhor ataque, a melhor defesa”, afirmou o técnico Mazola Jr.

O Jogo

A partida começou com o Coruripe buscando as ações. Em desvantagem no confronto, o time do litoral sul não se intimidou e saiu para encarar o CRB. Quando o Hulk errava, o CRB não conseguia aproveitar pois o time regatiano errava diversos passes.

O primeiro lance que o CRB conseguiu chegar começou com o roubo de Feijão, ele acionou Rafael Bastos, que por sua vez acionou Edson Ratinho. Ele seguiu em velocidade mas na hora da finalização, Paulo Oliveira travou o camisa 7 do Galo.

Quatro minutos depois, o Coruripe quase marca. Eram 26 minutos quando Bahia chutou colocado e João Carlos fez uma defesa sensacional. O Coruripe seguiu insistindo. Aos 35 minutos, Mateus bateu uma falta com muita força, assustando o goleiro João Carlos.

Com 41 minutos, o Hulk voltou a assustar com Bahia. Após receber passe de Renato, ele finalizou com qualidade e João Carlos torceu e bola passou do lado direito.

Já no final do 1º tempo, o CRB teve uma penalidade marcada em seu favor. Rafael Bastos entrou na área e o zagueiro Paulo Oliveira trombou com o atacante. José Reinaldo Figueiredo marcou a penalidade. Neto Baiano cobrou com qualidade e abriu o marcador: CRB 1 a 0.

Logo no começo do segundo tempo, o Galo quase amplia o marcador. Ayrton bateu para área e Anderson Conceição quase fez o segundo. Aos sete minutos, já com um jogador a menos pois Jair Amaral foi expulso, Bambam finalizou marcando o gol, mas o árbitro indicou irregularidade no lance, anulando o gol.

Aos 20 minutos, o Galo encaixou um lindo contra-ataque, passe de Edson Ratinho para Rafael Bastos, que dentro da área, chutou e Gustavo defendeu com os pé esquerdo.

Novamente um forte contra ataque, Edson Ratinho desperdiçou nova oportunidade. Dentro da área, chutou fraco e o goleiro fez a defesa. Já aos 37, Neto Baiano fez o segundo dele no jogo. Edson Ratinho fez a assistência e Neto Baiano acertou um chutaço: Galo 2 a 0.

Com 2 a 0 no marcador, o CRB seguiu administrando e garantiu sua passagem para decisão do Campeonato pelo sétimo ano consecutivo

Ficha Técnica

CRB 2 x 0 Coruripe

Campeonato Alagoano – Semifinal – 2º Jogo

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió)

Árbitro: José Reinaldo Figueiredo (CBF-AL)

Árbitro Assistente 1: Wagner José da Silva (CBF-AL)

Árbitro Assistente 2: Maxwell Rocha Silva (CBF-AL)

4º Árbitro: Helder Brasileiro de Aquino (CBF-AL)

Renda: R$ 44.958,00  Público: 5.321 torcedores (com 4.198 pagantes)

Cartões Amarelos: Jair Amaral, Paulo Oliveira, Moisés, Jackson (Coruripe) Juninho Potiguar (CRN)

Expulsões: Jair Amaral(Coruripe) Gols: Neto Baiano (CRB) 46’ do 1º tempo e 37’ do 2º tempo

Equipes:

CRB: João Carlos, Ayrton, Flávio Boaventura, Anderson Conceição e Diego(Ruan); Feijão e Juliano(Serginho); Edson Ratinho, Rafael Bastos e Willians Santana(Juninho Potiguar); Neto Baiano

Técnico: Mazola Jr.

CSA: Gustavo, Renato, Moisés, Paulo Oliveira e Jackson; Mateus, Jair Amaral, Filipe André e Clebson; Bambam(Roberto) e Bahia(Thiaguinho)

Técnico: Joécio Barbosa

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.