2º TEMPO DE EXCELÊNCIA

  • quarta, 13 março 2019 00:00
CSA mostra eficiência, consegue virada, classifica e reassume a liderança do Alagoano CSA mostra eficiência, consegue virada, classifica e reassume a liderança do Alagoano Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

Com 2º tempo intenso e eficiente, CSA vence ASA e nos gols marcados volta a liderança do Alagoano

 

Após fazer um primeiro tempo com pouca eficiência, o CSA mudou por completo no tempo final, conseguiu um futebol de excelência, com eficiência, fez dois gols e definiu a vitória por 3 a 1 no clássico contra o ASA.

O ASA chegou a sair na frente com Dinda, mas no finalzinho do tempo inicial, Cassiano marcou e no segundo tempo, Matheus Sávio e Patrick Fabiano definiram a vitória.

A fato de ter marcado três gols garante o CSA na liderança do Alagoano, pelo critério de gols marcados. Já o ASA estacionou em sexto lugar com seis pontos mas perdeu qualquer chance de classificação para a fase semifinal. Mesmo se vencer o último jogo, o ASA chega aos nove pontos, mas com apenas duas vitória.

No próximo domingo, 13, na última rodada da fase de classificação, o CSA irá ao litoral sul para enfrentar o Coruripe no Estádio Gérson Amaral. Já o ASA receberá o Jaciobá no Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca

O Jogo

Uma forte marcação do sistema defensivo do ASA e muita movimentação dos jogadores do CSA. Estas foram as principais características do começo da partida. O CSA era o proponente das ações. O ASA se defendia até com uma linha de cinco jogadores e não encontrava espaço para sair.

O primeiro lance de chegada do time do CSA foi somente aos 11 minutos. O time azulino articulou uma bela troca de passes e após um cruzamento para área, Matheus Sávio finalizou em cima da defesa do ASA. Cinco minutos depois, o CSA voltou a criar uma linda jogada pelo corredor central, Cassiano pelo lado esquerdo encontrou Patrick Fabiano no ponto futuro e ele bateu para o gol, Marcão fez o primeiro milagre com uma linda defesa com os pés.

O ASA começa a conseguir sair, ultrapassar a linha divisória do gramado. O primeiro lance foi em bola área. Depois uma falta lateral. No terceiro lance aos 21 minutos, Ciel recebeu dentro da área, driblou João Carlos e chutou para fazer o gol. Gérson conseguiu fazer a cobertura e tirou a bola praticamente dentro do gol, no rebote, Dinda dominou e soltou uma pancada, vencendo João Carlos: ASA 1 a 0.

O CSA passou a sair buscando mais intensidade, mas parava no forte sistema defensivo do alvinegro.  Com mais espaço, o ASA chegava com força. O volante Luiz Gustavo se aproximou da intermediária e soltou um canudo, a bola passou com muita força do lado esquerdo da meta azulina, assustando o goleiro João Carlos.

O CSA conseguiu responder aos 35 minutos, com Apodi fazendo grande jogada e cruzando na área, Patrick Fabiano apenas desviou e a bola sobrou sem perigo para defesa do goleiro Marcão.

O time azulino teve a melhor oportunidade aos 44 minutos. Após um cruzamento, a bola sobrou para Luciano Castán que finalizou com força, Romário tirou em cima da linha, evitando o empate.

Mas ainda restavam alguns minutos e o CSA conseguiu manter a pressão. Aos 48 minutos, o ASA precisou fazer uma nova troca por contusão. Cal entrou e o CSA fez uma transição rápida, Cal ainda não tinha se posicionado de forma correta e sobrou deu o bote na marcação, Celsinho encontrou Patrick Fabiano, que fez a proteção e conseguiu o passe para Cassiano, ele dominou, girou e finalizou rasteiro, vencendo Marcão: CSA 1 a 1.

No começo do segundo tempo, o CSA seguiu pressionando a defensiva do ASA. Aos dez minutos, Luciano Castán surgiu como home surpresa, dominou no corredor lateral, driblou um adversário e cruzou, Patrick Fabiano tentou desviar mas apenas raspou na bola.

No lance seguinte, eram doze minutos, quando Manga Escobar criou a jogada pelo lado direito e cruzou na área, Cassiano subiu, cabeceou e Marcão defendeu, no rebote, Matheus Sávio chutou e ainda caído Marcão fez nova defesa, em novo rebote, o camisa 10 do CSA chutou de novo, agora, alto, forte, vencendo Marcão e virando o placar para o CSA: 2 a 1.

Na saída de jogo, o CSA teve nova oportunidade. Cassiano chutou forte de fora da área e Marcão defendeu parcialmente e no rebote, Patrick Fabiano, sozinho, perdeu um gol incrível, botando para fora.

Não demorou muito e o artilheiro azulino criou teve uma nova oportunidade.  Dawhan criou a diferença ao atacar o espaço e encontrar uma linda assistência para Patrick Fabiano, que não titubeou, soltou o pé, venceu Marcão e ampliou o marcador: CSA 3 a 1.

 

Ficha Técnica

CSA 3 x 1 ASA

Campeonato Alagoano – 1ª Fase – 6ª Rodada

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)

Árbitro: Denis Ribeiro Serafim (CBF-AL)

Árbitro Assistente 1: Rondinelle dos Santos Tavares (CBF-AL)

Árbitro Assistente 2: Benílson dos Santos (FAF)

4º Árbitro: Andrey Matheus Barreto (FAF)

Renda: R$ 24.278,00  Público: 3.477 torcedores (com 2.752 pagantes)

Cartões Amarelos: Ciel, Maicon, Romário, Janderson (ASA)

Gols: Dinda(ASA) 21’ e Cassiano (CSA) 48’ do 1º tempo; Matheus Sávio (CSA) 12’, Patrick Fabiano (CSA) 20’  do 2º tempo

Equipes:

CSA: João Carlos, Apodi, Gerson, Luciano Castan e Pedro Rosa(Celsinho); Dawhan e Didira; Manga Escobar, Matheus Sávio e Cassiano(Gersinho); Patrick Fabiano

Técnico: Marcelo Cabo

ASA: Marcão, Guga, Luiz Eduardo, Romário e Léo Campos; Luiz Gustavo e Janderson; Dinda, Gabriel (Maicon) e Ciel; Betinho

Técnico: Nedo Xavier

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.