DIA RUIM

  • quinta, 07 novembro 2019 00:00
Grêmio faz gol no minuto final e derrota CSA na Arena: 2 a 1 Grêmio faz gol no minuto final e derrota CSA na Arena: 2 a 1 LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

CSA cresce no 2º tempo, arranca empate, toma gol aos 47 e perde para Grêmio em rodada ruim

 

Luciano sai para comemorar gol da vitória do Grêmio

 

Por Alberto Oliveira

Fotos: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

 

Foi por pouco e o CSA voltou a sentir um gosto amargo de uma derrota já nos acréscimos de uma partida. Após tomar um gol muito cedo, o CSA consegui equilibrar o jogo no tempo final, chegou a empatar já aos 44 minutos, mas no último lance, tomou o gol que causou mais uma derrota azulina: 2 a 1.

Os gols do Grêmio foram marcados por Diego Tardelli logo aos seis minutos e por Ronaldo Alves , contra, - o jogador Luciano afirma que o gol foi dele - . Já em uma linda cobrança de falta de Rafinha, o CSA marcou na Arena do Grêmio

Além da derrota dolorosa nas circunstâncias em que aconteceu, a rodada foi terrível para o CSA, pois dois dos três times que brigam com o CSA, conseguiram pontuar. Cruzeiro empatou, Fluminense e Ceará venceram e apenas o Botafogo perdeu.

CSA até conseguiu equilibrar o jogo mas novamente foi derrotado

 

O CSA estacionou nos 29 pontos e permaneceu na 18ª posição. Já o Grêmio chegou aos 53 pontos, subiu uma posição e chegou ao G4.

Os resultados ampliaram a diferença que o CSA tinha para a primeira equipe que está fora da zona de rebaixamento. A rodada começou com quatro pontos e fecha a rodada com cinco pontos. O Cruzeiro é o primeiro fora do Z4 com 34 pontos e ocupa a 16ª posição.

Na próxima rodada, a 32ª da Série A, o CSA receberá o Vasco, domingo, 10, ás 19h, no Rei Pelé. Já o Grêmio voltará a campo no mesmo dia e horário que o CSA, enfrentando a Chapecoense, na Arena Conda em Chapecó.

O Jogo

Cebolinha destruiu a marcação azulina: particpou dos dois gols

 

Mesmo tentando impor mais volume, mais força ao jogo, o Grêmio começou o jogo encontrando dificuldade com o posicionamento do CSA, que inclusive conseguia trocar bolas no ataque e até conseguiu o primeiro escanteio da partida.

Mesmo com a postura de discutir o jogo, o CSA acabou permitindo uma chegada forte do Grêmio aos sete minutos. Cortéz iniciou a jogada, tocou para Everton, que foi ao fundo e cruzou, Diego Tardelli dominou na área, bateu chapado, excluindo João Carlos do lance e abrindo o marcador: Grêmio 1 a 0.

Apesar da pressão do Grêmio em termos de posse de bola, dominar as ações no campo defensivo, o Tricolor não era efetivo nas chances de gol.

Somente aos 22 minutos, em um erro de saída de bola do próprio time azulino, o Grêmio quase chega ao segundo. Didira errou na saída de bola, Luciano rouba e imediatamente aciona, Luciano, que solta uma pancada para quase marcar o segundo. João Carlos fez a defesa com dificuldade.

Mesmo com a pressão apenas de espaço do Grêmio, o CSA saiu em uma transição muito bem construída e após uma tabela bem articulada entre Didira e Euller, o lateral azulino, entra da área, chuta cruzado e quase marca o gol de empate para o CSA.

Após o susto azulino, o Grêmio votou a ocupar o campo defensivo do CSA, mas sem efetividade, sem criar nada mais contundente.

Diego Tardelli teve boa participação no jogo e marcou o 1º gol

 

O segundo tempo começou com o CSA fazendo a troca de Didira por Bruno Alves. O Grêmio começou o segundo tempo com ainda mais posse de bola. Nos minutos iniciais chegou até a ter 82% de posse mas sem criar nenhuma chance clara para marcar. O CSA seguia diminuindo espaços, dificultando a construção da jogada para o Grêmio, mas sem agredir o adversário.

Aos sete minutos, Maicon conseguiu um desarme, observou o João Carlos fora do gol e do meio campo tentou por cobertura fazer um golaço, mas errou o alvo.

Em uma bola parada, o CSA chegou novamente, Euller cobrou uma falta, Alan Costa brigou pela primeiro bola e no rebote da defesa do Grêmio, Jean Kleber acertou um belo chute e Paulo Victor defendeu para evitar o empate azulino.

O tempo final ficou até com menos intensidade. O CSA não tinha qualidade para sair, agredir, criar algo e o Grêmio não tinha inspiração, mostrava acomodação e preciosismo.

Aos 32 minutos, Argel Fucks deu a sinalização que iria buscar o empate. Ricardo Bueno veio para a ´partida para segurar um pouco mais e até articular as jogadas como um meia.

O CSA tentava dar estocadas e aos 35 minutos, Warley arrancou e arrumou uma falta. Na cobrança, aconteceu um desvio e Alan Costa tentou encaixar uma bicicleta. O Grêmio encaixou o contra-ataque, Cebolinha driblou dois, serviu Tardelli e o camisa 9 alçou na área para Pepê cabecear mal, sem perigo.

O CSA voltou a assustar. Eram 41 minutos, Rafinha cruzou, a defesa do Grêmio não cortou, Ricardo Bueno ajeitou e Jean Kleber chegou batendo de chapa e desperdiçando mais uma boa oportunidade.

Aos 43 minutos, o CSA conseguiu uma tabela entre Ricardo Bueno e Alecsandro. Kannemann derrubou Alecsandro. Falta perigosa. Na cobrança, Rafinha bate com perfeição, coloca por cima da barreira, vence Paulo Victor e empata a partida: 1 a 1.

No lance seguinte, o Grêmio saiu para o jogo. Everton Cebolinha cruzou, Luciano subiu, pressionou e Ronaldo Alves cabeceou contra a própria meta: Grêmio 2 a 1.

Logo após o gol, o árbitro determinou o fim do jogo. Grêmio 2 a 1.

Alecsandro incomoda, mas Geromel marcou forte em todo jogo

 

Ficha Técnica

Grêmio 2  x 1  CSA

Campeonato Brasileiro – Série A – 31ª Rodada

Local: Arena do Grêmio (Porto Alegre-RS)

Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (CBF-PR)

Árbitro Assistente 1: Bruno Boschillia (FIFA-PR)

Árbitro Assistente 2: Rafael Trombeta (CBF-PR)

4º Árbitro: Lucas Guimarães Rechatiko Horn (CBF-RS)

Árbitro de Vídeo: Paulo Roberto Alves Junior (CBF-PR)

Árbitro Assistente de Vídeo 1: Lucas Paulo Torezin (CBF-PR)

Árbitro Assistente de Vídeo 2: Ivan Carlos Bohn (CBF-PR)

Renda:  R$ 304.304,00  Público: 13.244 torcedores (com 11.334 pagantes)

Cartões Amarelos: Alan Costa, Bruno Alves (CSA) Kannemann, Maicon (Grêmio)

Gols: Diego Tardelli (Grêmio) 7’ do 1º tempo; Rafinha (CSA) 44’ e Ronaldo Alves (contra-Grêmio) 47’ do 2º tempo

Equipes:

Grêmio: Paulo Victor, Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon(Romulo) e Matheus Henrique; Luciano, Alisson (Pepê) e Everton; Diego Tardelli (Patrick)

Técnico: Renato Portaluppi

CSA: João Carlos, Celsinho, Alan Costa, Ronaldo Alves e Euller(Ricardo Bueno); João Vitor e Jean Kléber; Warley, Didira (Bruno Alves) e Héctor Bustamante (Rafinha); Alecsandro

Técnico: Argel Fucks

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.