PASSO GIGANTE

  • quarta, 29 julho 2020 00:00
ASA vence o CSA e aumenta chances de classificação ASA vence o CSA e aumenta chances de classificação Augusto Oliveira - ASCOM CSA

Com novo time, ASA bate CSA e entra na briga por classificação; CRB ajuda e 'classifica' CSA

 Por Alberto Oliveira
Foto: Augusto Oliveira/Ascom CSA

O novo time do ASA funcionou. Mesmo com uma enorme diferença competitiva na formação do elenco, com pouco tempo de treinamento, o alvinegro mostrou mais eficiência e garantiu uma importante vitória sobre o CSA por 2 a 0.

OS gols alvinegros foram marcados ainda no 1º tempo. Primeiro com Sapé acertando um chute de longa distância e depois com Leandro Cearense finalizando após uma jogada trabalhada pelo ataque alvinegro.

Com a vitória, o ASA melhorou de forma considerável suas chances de ir à semifinal do campeonato. O time alvinegro chegou as sete pontos e subiu três posições, chegando a quarta colocação. Já o CSA estacionou nos 10 pontos e permaneceu em terceiro lugar na tabela de classificação. Curiosamente a vitória tranquila do CRB sobre o Coruripe deu ao CSA , o presente da 'classificação antecipada' do clube azulino.

Na última rodada a fase de classificação , ASA e CSA terão clássicos pela frente. O ASA irá a Palmeira dos Índios onde enfrentará o CSE. Já o CSA jogará contra o CRB no maior clássico alagoano. Os dois jogos acontecerão na sexta-feira, 31, ás 20h.

O Jogo

O jogo começou apresentando muitos erros técnicos, com jogadores errando passes e tendo dificuldade na construção das jogadas. Somente aos seis minutos, o CSA chegou pela primeira vez. Após o lateral Diego Renan ter atacado espaço no corredor direito, a bola foi alçada na área, Deola se confundiu, saiu mal do gol e Alecsandro cabeceou com eficiência e caprichosamente, a bola tocou no travessão.

A resposta do ASA demorou, mas quando veio foi fatal. Sem conseguir a penetração, o ASA optou por buscar a finalização de média e longa distância. O ASA tinha uma posse despretensiosa quase na linha divisória do gramado e o camisa 10, Sapê arriscou de muito longe, a bola ganhou efeito, Thiago Rodrigues teve dificuldade em chegar e bola foi no canto esquerdo, morrendo no fundo do gol. ASA 1 a 0.

Aos 28 minutos, o ASA voltou a incomodar em um chute de média distância, Jackson surgiu como homem surpresa, arriscou um torpedo da entrada da área e voltou a assustar o goleiro Thiago Rodrigues.

Sem conseguir construir jogadas, o CSA usou a mesma arma que o alvinegro já usou: chute de média distância. Rafinha teve uma cobrança de falta, acertou o chute e forçou o goleiro Deola a fazer a defesa.

Mas o ASA seguiu construindo situações e três minutos depois de Rafinha incomodar, o ASA teve uma falta. Sapê lacou na área, Martony ajeitou de cabeça e Leandro Cearense surgiu livre, bateu cruzado e ampliou o marcador: ASA 2 a 0.

Na volta do intervalo, o CSA já veio com quatro mudanças e buscava a intensidade e entrar no jogo. Com maior volume, o CSA começou a imprensar o ASA, mas o time alvinegro conseguia se defender com eficiência. Já o time azulino não tinha força ofensiva para entrar no jogo.

A partir dos 18 minutos, o ASA ainda teve o meia Sapé expulso, ficando com dez homens em campo. Nem este fator foi necessário para o CSA ser mais contundente. O time azulino ainda criou duas oportunidades, mas na primeira Allano perdeu sozinho com Deola e na segunda, o goleiro do ASA defendeu uma finalização praticamente a queima-roupa do atacante Diego Maurício.

Com este cenário, o ASA valorizou o finalzinho da partida e assegurou uma vitória importante, fundamental, na reta final da partida.

Ficha Técnica

ASA 2  x 0 CSA

Campeonato Alagoano – Fase de Classificação  6ª Rodada

Local: Estádio Coaracy da Mata Fonseca (Arapiraca-AL)

Árbitro: Rafael Carlos Salgueiro (CBF-AL)

Árbitro Assistente 1: Ana Paula Santos (CBF-AL)

Árbitro Assistente 2: Aldrin Freire Costa Matias (FAF)

Cartões Amarelos: Leandro Souza, Yago (CSA) Sapé , Moreilândia, Cunha (ASA)

Expulsão: Sapé (ASA)

Gols: Sapé (ASA) 10’ e Lendro Cearense (ASA) 35’ do 1º tempo

Equipes:

ASA: Deola, Wander, Charles, Martony e Jackson; Moreilândia e Eberson; Jayme (Cuha), Sapée e Maranhão(Natan); Leandro Cearense (Bebeto)

Técnico: Léo Goiano

CSA: Thiago Rodrigues, Diego Renan (Michel Douglas), Leandro Souza, Lucas Dias e Rafinha; Márcio Araújo (Norberto) e Richard Franco (Yago) ; Rodrigo Pimpão (Diego Maurício), Nadson e Rafael Bilu (Allano); Alecsandro

Técnico: Eduardo Baptista

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.