NOVO LÍDER

  • quarta, 29 julho 2020 00:00
Erik foi o nome do CRB contra o Coruripe marcando dois gols Erik foi o nome do CRB contra o Coruripe marcando dois gols Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

CRB domina o Coruripe, faz 3 a 0 e assume a ponta do Campeonato Alagoano

 

Por Isaac Simões

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

O CRB é o novo líder do Campeonato Alagoano. Na volta da competição, nesta quarta-feira (29), o Galo não tomou conhecimento do Hulk praiano e venceu o adversário por 3 a 0, no Estádio Rei Pelé. Léo Gamalho e Erik, duas vezes, marcaram os gols do triunfo regatiano.

A vitória alvirrubra ainda poderia ter sido mais ampla, caso a arbitragem não tivesse anulado o gol de Luidy, aos 18 minutos da etapa final, por impedimento do atacante do Galo.

O resultado classificou o CRB para as semifinais do Estadual. O galo chegou aos 13 pontos e ultrapassou o Murici, então líder da competição, que estacionou nos 12 pontos, após o empate por 2 a 2 com o CSE, na abertura da rodada, antes da paralisação, no dia 14 de março. Já o Coruripe caiu duas posições com a derrota, e agora é o sétimo colocado, com 6 pontos. Para se garantir na próxima fase, o Hulk precisa derrotar o Jaciobá, torcer por um empate entre ASA e CSE, além de um tropeço do CEO.

Na última rodada, o CRB terá pela frente o Clássico das Multidões, contra o CSA, já na próxima sexta-feira (31), às 20h, no Estádio Rei Pelé. No mesmo horário, o Coruripe recebe o Jaciobá, no Gerson Amaral.

Lado-direito poderoso

O CRB demonstrou sua força desde o apito inicial. Com três semanas de preparação a frente do Coruripe, o Galo sobrou fisicamente em campo e, aliado a qualidade técnica da equipe regatiana, o resultado apareceu com tranquilidade.

Aos 3 minutos, Magno Cruz apareceu pelo lado direito, levantou à meia altura, a zaga rebateu, e, Diego Torres emendou para fora. A jogada era um prenúncio de como seria construída a vitória alvirrubra, já que o setor direito regatiano não dava sossego para a defensiva alviverde.

Com muita liberdade, Magno Cruz recebeu na meia direita e lançou Lucas Mendes na ponta. O lateral levantou a cabeça e colocou a redonda na cabeça de Léo Gamalho, que testou firme no canto esquerdo de Gustavo, abrindo o marcador aos 15 minutos: CRB 1 a 0.

O Coruripe tinha dificuldade de quebrar as linhas do CRB e seguia dominado pelo Galo, até que, aos 28 minutos aconteceu o primeiro lance perigoso do Hulk. Em um lance raro na partida, Palhinha apareceu na meia-lua livre de marcação, soltou uma pancada rasteira, Victor Souza espalmou e, Alisson Xabala completou, mas a bola foi na rede por fora.

O Galo voltou a assustar em uma bola parada aos 36’. Diego Torres cobrou falta no segundo pau e Ewerton Páscoa testou por cima do gol.

Erik brilha

Com o placar adverso, o Coruripe até tentou esboçar uma pressão no início da etapa final, mas o contra-ataque regatiano foi fatal, e muito rápido. Livre no meio-campo, Diego Torres enxergou Erik infiltrando, e descolou um passe certeiro para o atacante regatiano, aos 4 minutos, que ganhou do marcador e tocou na saída do goleiro: CRB 2 a 0.

O gol acabou com as pretensões do Hulk e deixou a partida ainda mais tranquila para o CRB que quase ampliou o marcador em dois lances seguidos. No primeiro, aos 13’, Magno Cruz arriscou da entrada da área, e a bola passou raspando a trave. Cinco minutos depois, Igor Cariús foi à linha de fundo, cruzou no segundo pau, e Luidy completou para o gol, de peixinho. Mas, o assistente pegou impedimento do atacante do Galo.

Mas a tarde era de Erik. Em mais um ótimo posicionamento do camisa 11 do Galo, ele recebeu de Igor Cariús no miolo da zaga alviverde, ajeitou o corpo e colocou no ângulo direito de Gustavo, fechando o chocolate alvirrubro: CRB 3x0 Coruripe.

CRB: Victor Souza; Lucas Mendes (Thiaguinho), Gum, Ewerton Páscoa e Igor Cariús; Claudinei, Carlos Jatobá e Diego Torres (Felipe Menezes); Magno Cruz (Luidy), Erik (Darlisson) e Léo Gamalho (Bill).

Técnico: Marcelo Cabo

Coruripe: Gustavo; Aldonys (Daniel), Jessé, Daciel e Luciano Índio (Herick); Danilo (Queiroz), Palhinha e Max (Eduardo); Alef Manga, Alisson Xabala (Bruno Souto) e Willian.

Técnico: Rommel Vieira

Arbitragem

Árbitro: Jonata de Souza Gouveia (CBF/AL)

Assistente 1: Pedro Jorge Santos de Araújo (CBF/AL)

Assistente 2: Lennon Mccartney Farias (CBF/AL).

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.