POR UM TRIZ

  • sábado, 01 agosto 2020 00:00
Marcelo Cabo valoriza liderança do CRB e diz que clássico foi decidido “no detalhe” Marcelo Cabo valoriza liderança do CRB e diz que clássico foi decidido “no detalhe” Gustavo Henrique/Ascom CRB

Marcelo Cabo valoriza liderança do CRB e diz que clássico foi decidido “no detalhe”

 

Por Isaac Simões

O CRB vendeu caro a derrota para o CSA nesta sexta-feira (31), no Rei Pelé. Dentro de uma partida fraca tecnicamente e sem muitas oportunidades, o Galo incomodou o Azulão durante todo o segundo tempo, mas não conseguiu impedir o revés por 1 a 0, pela última rodada da 1ª fase do Campeonato Alagoano. Apesar da derrota, o técnico Marcelo Cabo enxergou uma superioridade regatiana no clássico, afirmando que o jogo foi decidido em uma bola parada.

“Nós criamos várias oportunidades, mas não conseguimos concluir a bola no gol. Com certeza, a gente precisa melhorar essa bola parada ofensiva. O número de faltas laterais e escanteios no jogo mostra a nossa supremacia na partida. Só que nós precisamos aproveitar melhor essa bola parada que treinamos bastante na intertemporada, mas no jogo de quarta-feira pra cá não teve tempo de treinar por ser um jogo de dois em dois dias. Temos que corrigir aquilo que deixamos de fazer de melhor e enfatizar o que fizemos de melhor. Clássico é assim. Decidido no detalhe. Foi decidido numa bola parada e agora é trabalhar para conquistarmos nossos objetivos”, afirmou.

O gol de Alan Costa, aos 25 minutos da etapa inicial, garantiu a vitória azulina no segundo clássico das multidões da temporada. No entanto, não impediu que o CRB encerrasse a fase classificatória da competição na ponta da tabela. Cabo valorizou a posição alvirrubra.

“É uma meta que a gente criou: terminar a fase de grupo na liderança. Foi uma meta alcançada, não importa como começa, importa como termina. Iniciamos a competição contra o Murici, recuperamos dentro da competição e encerramos a fase de grupos na primeira colocação. Então, conquistamos a meta que foi planejada. Agora é dar continuidade ao trabalho na semifinal”, explicou.

O chaveamento coloca o ASA como adversário do Galo na semifinal, já na próxima segunda-feira (3), no mesmo Rei Pelé. Neste ano, as duas equipes já se enfrentaram em Maceió e o Regatas não tomou conhecimento do Alvinegro, goleando o Fantasma por 4 a 0. Mas, para o técnico alvirrubro agora a história é outra.

“Nós vamos pegar um adversário que vem numa boa sequência, duas vitórias. Vamos pegar dois clássicos seguidos, hoje com o CSA, e segunda-feira com o ASA. Então a gente precisa preparar a equipe. Alcançamos a liderança. É virar a página, foco total nessa semifinal para alcançar o objetivo que é chegar à final”. Agora é recuperar os jogadores. Temos um jogo daqui a 72 horas, é bem provável que tenhamos os quatro jogadores de volta, porque foi uma questão médica (Lucas Mendes, Carlos Jatobá, Dudu e Léo Gamalho). Então, devemos ter todos à disposição para escolher a melhor equipe para essa semifinal”, concluiu.

CRB e ASA se enfrentam segunda-feira (3), às 21h, no Rei Pelé. Quem vencer, enfrenta o vencedor do confronto entre CSA e Murici, que entram em campo mais cedo, às 16h. A final do Alagoano acontece na quarta-feira (5).

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.