1º PASSO

  • sábado, 25 abril 2015 00:00
Coruripe venceu o CSA e agora tem a vantagem do empate para ser finalistas Coruripe venceu o CSA e agora tem a vantagem do empate para ser finalistas Alberto Oliveira

Em jogo tumultuado, CSA perde de pouco, Coruripe faz placar mínimo e está a um empate da decisão

 

 

CERCADO
Zé Paulo foi anulado pela forte marcação do Coruripe - Foto: Alberto Oliveira

 

O futebol proporciona distorções. O Coruripe venceu o CSA, no Gérson Amaral, em Coruripe, por 1 a 0, gol marcado por Casagrande.

 

O time vencedor reclamou muito da arbitragem da partida. Já o perdedor “comemorou” ter perdido por apenas um gol. Sem conseguir jogar um bom futebol, o CSA foi envolvido e por muito pouco, não perdeu por uma diferença que seria complicado conseguir reverter.

 

Já próximo do final do jogo, foi gerado um grande tumulto na partida. O tumulto foi iniciado no banco de reservas do Coruripe e gerou-se uma enorme discussão entre o assistente Rondinele Tavares e o banco do time alviverde. 

 

O resultado do problema foram dois jogadores do Coruripe expulsos: Casagrande, que inclusive estava no banco e João Paulo, que inexplicavelmente, provocou sua expulsão, ao discutir com o outro assistente, Julian Ferino. Os jogadores do Hulk chegaram a tirar do João Paulo da confusão, prevendo uma expulsão. O fato concretizou-se e os próprios companheiros criticaram o jogador.

 

O Coruripe ainda reclamou que outros dois jogadores foram amarelados por estarem pendurados e também estão fora da partida contra o CSA, na próxima segunda-feira, em Maceió. Ivan e Toty também desfalcarão o time do litoral sul.

 

O clima ficou pesado e o presidente do clube chegou a falar em roubo.

 

Com o resultado, o Coruripe inverteu a vantagem que o CSA possuía e na 2ª feira joga pelo empate. Qualquer vitória do CSA classificará o time azulino.

 

A semifinal entre Coruripe x CSA além de apontar um finalista do Estadual, indicará o representante de Alagoas na Série D e vagas na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste em 2016.

 

 

O Jogo

 

ANALUADO
Defesa do Coruripe mostrou eficiência e segurou o atacante Reinaldo Alagoano - Foto: Alberto Oliveira

 

Jogando em casa, o Coruripe tomou a iniciativa da partida. Em desvantagem na semifinal, o Coruripe buscava reverter a vantagem.

 

Aos poucos, o Coruripe colocou o CSA no seu campo defensivo e incomadava o goleiro Jeferson. O CSA basicamente, conseguia chegar com bolas alçadas na área, mas na última bola, era travado pela defesa alviverde.

 

Quando o  jogo já se desenhava sem gols, o Coruripe abriu o marcador. Aos 44 minutos, João Paulo encontrou o atacante Casagrande por trás da defesa azulina, ele entrou e chutou cruzado para fazer: Coruripe 1 a 0.

 

No 2º tempo, o jogo ficou mais nervoso e mais aberto. Sem conseguir jogar um futebol eficiente, o CSA não superou o desgastado time do Coruripe, que por sinal, teve pelo menos mais duas claras oportunidades de ampliar o marcador. O time alviverde ainda reclama uma penalidade não marcada em seu favor.

 

No final do jogo houve um grande tumulto. Após uma discussão que envolveu o assistente Rondinele Tavares, Casagrande foi expulso, mesmo no banco de reservas. Em meio ao tumulto, João Paulo discutiu de forma áspera com o outro assistente e também acabou expulso.

 

Ficha Técnica

 

Coruripe 1 x 0 CSA

 

Campeonato Alagoano – Semifinais – 1º Jogo

 

Local: Estádio Gerson Amaral (Coruripe)

 

Árbitro: José Reinaldo Figueiredo

 

Assistentes: Julian Ferino e Rondinelle Tavares

 

Cartões Amarelos: Rafael Aidar, Sorin (CSA) Ivan, Thiago Lima, Toty, Williames José (Coruripe)

 

Expulsões: Casagrande, João Paulo (Coruripe)

 

Gol: Casagrande (Coruripe) 44’ do 1º tempo

 

Equipes:

 

Coruripe: Carlos, Toty, Williames José, Thiago Papel e Igor; Léo Maceió, Mazinho, João Paulo e Thiago Lima (Aurélio); Ivan (Djalma) e Casagrande (Beto)

 

Técnico: Lorival Santos

 

CSA: Jeferson, Márcio Lima, Breno, Romário e Paulinho; Sorin, Marcos Antonio, Elyeser e Rafael Granja (Anderson Paraíba); Zé Paulo (Rafael Aidar) e Reinaldo Alagoano

 

Técnico: Nedo Xavier

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.