ESPIRROU O TACO

  • quarta, 05 abril 2017 00:00
O ASA segurou o Paraná com a bola rolando: eliminação nos pênaltis O ASA segurou o Paraná com a bola rolando: eliminação nos pênaltis Geraldo Bubniak / Metro Jornal

ASA segura Paraná, leva decisão para os pênaltis, perdeu 2 cobranças e está fora da Copa do Brasil

 

 

O sonho do ASA avançar na Copa do Brasil parou na cobrança de penalidades. Após o empate sem gols no tempo normal, o ASA errou demais na cobrança dos pênaltis e permitiu que o Paraná vencesse por 4 a 1.

Com a vitória nos pênaltis, o Paraná avançou para a 4ª fase da Copa do Brasil e enfrentará o Vitória na próxima fase.

No ASA apenas o atacante Leandro Kível converteu. Airton e Djalma desperdiçaram suas cobranças. Pelo Paraná converteram: Robson, Diego Tavares, Leandro Vilela e Eduardo Brock.

Robson iniciou a série de cobranças das penalidades e fez Paraná 1 a 0. Logo em seguida Leandro Kível deixou tudo igual: 1 a 1.  Diego Tavares fez 2 a 1 para o Paraná. Mas Airton bateu e o goleiro Léo defendeu. Paraná em vantagem 2 a 1. Leandro Vilela veio para cobrança e ampliou a vantagem para 3 a 1. Djalma cobrou para o ASA e errou, bateu para fora. O destino colocou nos pés de Eduardo Brock para se recuperar após perder no tempo normal. O zagueiro cobrou com categoria e classificou o Paraná: 4 a 1

O Jogo

A decisão começou com o Paraná buscando tomar a iniciativa. Aos seis minutos, Robson entrou livre e bateu cruzado. O goleiro Luis Cetin se esticou todo e mandou para escanteio. Seis minutos depois, o ASA assustou. Airton bateu forte e o goleiro Léo levou um susto.

Renatinho teve uma excelente falta na entrada da área e bateu por fora. A resposta do ASA veio com Téssio que chutou forte e Léo defendeu.

Logo no começo do tempo final, o Paraná assustou. Renatinho cobrou falta e quase marca. Este foi o primeiro lance do 2º tempo aos seis minutos. O ASA quase abre o marcador. O lance foi aos 21 minutos. Djalma que havia entrado no jogo poucos minutos antes, cruzou, Téssio bateu de chapa e o goleiro Léo, fez a defesa. Mas aos 25 minutos, o Paraná encontrou uma penalidade. Após um chute, a bola desviou na mão de Anselmo e o árbitro confirmou o pênalti. Na cobrança, o zagueiro Eduardo Brock bateu para fora.

Ficha Técnica

Paraná 0 x 0 ASA – Nos pênaltis: Paraná 4 a 1

Copa do Brasil – 3ª Fase – Jogo de Volta

Local: Estádio Durival de Brito (Curitiba)

Árbitro: João Batista de Arruda – RJ (CBF)

Árbitro Assistente 1: Michel Correia – RJ (CBF)

Árbitro Assistente 2: João Luiz Coelho de Albuquerque – RJ (CBF)

4º Árbitro: Rafael Traci – PR (CBF)

Renda: R$ 172.260,00 Público: 8.011 torcedores (com 6.219 pagantes)

Cartões Amarelos: Mazinho, Doda, André Lima, Leandro Kível (ASA) Alex Santana, Renatinho (Paraná)

Equipes:

Paraná: Léo, Diego Tavares, Airton, Eduardo Brock e Kaike; Jonny, Alex Santana(Leandro Vilela), Robson e Renatinho; Guilherme Biteco(Felipe Alves) e Pedro Bortoluzo (Nathan Cachorrão)

Técnico: Wagner Lopes

ASA: Luis Cetin, Douglas Gonçalves, Anselmo, André Lima e Airton; Mazinho, Leanderson, Juninho e Doda(Djalma); Téssio (Jr Mandacaru) e Leandro Kível

 

Técnico: Maurílio Silva

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.