COMPLICOU

  • quinta, 17 setembro 2020 00:00
Juventude larga na frente pela vaga às oitavas da Copa do Brasil Juventude larga na frente pela vaga às oitavas da Copa do Brasil Reprodução / Sportv - Premiere

CRB perde por 2 a 0 para o Juventude e fica mais distante das oitavas da Copa do Brasil

 

Por Rodrigo Rocha

Fotos: Arthur Dallegrave/E.C.Juventude

 

 

Dalberto (9) venceu a forte marcação de Igor Carius: Juventude venceu por 2 a 0

 

 

O CRB foi nesta quinta-feira (17) ao estádio Alfredo Jaconi pela segunda vez no ano para enfrentar o Juventude, dessa vez pelo jogo de ida da 4ª fase da Copa do Brasil. E pela segunda vez, a vitória ficou com o time de Caxias do Sul. Igor e Wagner, um em cada tempo, marcaram os gols da equipe da casa, que agora pode até perder por um gol de diferença na partida de volta, na próxima terça-feira (22), às 19h, no Rei Pelé, que mesmo assim fica com a vaga. Para avançar o Galo precisa de uma vitória por três ou mais gols de diferença.

 

O primeiro tempo começou com o Ju partindo pra cima, com mais posse de bola e dominando as ações de ataque, mas sem levar perigo ao gol de Victor Souza. Aos 11 minutos, Dalberto invadiu a área, foi tocado por Gum e caiu pedindo pênalti, mas o árbitro Thiago Duarte Peixoto mandou seguir. Mesmo tendo menos a bola, a primeira grande chance do jogo foi regatiana. Aos 23’, Carlos Jatobá, que estava de volta ao time depois de quase um mês, acertou uma cabeçada e colocou o goleiro Marcelo Carné para trabalhar, exigindo grande defesa do arqueiro. O jogo seguia equilibrado, até que aos 33’ o lateral-direito Igor aproveitou a sobra do escanteio e encheu o pé de fora da área. A bola ainda desviou na zaga do CRB antes de entrar: Juventude 1 a 0.

 

Atrás no placar, o Galo se lançou ao ataque. Igor Cariús teve boa chance pouco depois do gol do Ju. O lateral-esquerdo recebeu bom passe de Diego Torres, mas parou em Marcelo Carné, que defendeu com o pé. O CRB pressionava para tentar empatar ainda no primeiro tempo. Aos 45’ foi a vez do CRB pedir pênalti. Diego Torres recebeu cruzamento e disputou bola com Wellington. A bola bateu no braço do zagueiro alviverde e sobrou para Diego, mas a jogada já estava parada, pois o árbitro enxergou que a bola havia tocado no braço do meia argentino. Pênalti não marcado para o Galo.

 

 

Com mais eficiência, Juventude venceu disputas e o jogo contra o CRB

 

Na segunda etapa o Juventude chegou com perigo logo aos 4 minutos. Moacir saiu jogando errado e a bola Ficou com Renato Cajá, que encontrou Breno Lopes em ótima condição. O atacante chutou e parou em Victor Souza. Depois foi a vez de Renato Cajá testar o goleirão do Galo, arriscando de fora da área. Melhor para Victor. Breno teve outra chance aos 18’, mas mandou pra fora.

 

Tentando dar uma nova cara ao CRB, o técnico Marcelo Cabo mexeu duplamente na equipe, promovendo as entradas de Bill e Dudu nos lugares de Magno Cruz e Luidy, respectivamente. Pouco depois de entrar, Dudu recebeu cruzamento de Moacir e mandou de cabeça, mas Carné não teve problemas para defender. O Ju também mexeu. Aos 30’ Pintado trocou Cajá por Wagner, e teve estrela na alteração, pois cinco minutos depois o meia marcou o segundo gol do Juventude. Em jogada trabalhada pela esquerda, Dalberto recebeu de Marciel e rolou para Wagner, que se jogou de carrinho na bola para empurrar para o fundo do gol: 2 a 0.

 

Após o segundo gol dos donos da casa a partida caiu de ritmo. O CRB não conseguia incomodar, enquanto o Juventude administrava o resultado favorável. O jogo seguiu assim até o apito final. Foi a primeira vitória do Juventude na Copa do Brasil (o time havia empatado todos os quatro jogos anteriores). Já o CRB conheceu a primeira derrota na competição. Essa também foi  a quarta partida sem vitórias do Galo (o time vinha de uma derrota e dois empates pela Série B).

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.