VINGANÇA RÁPIDA

  • terça, 16 março 2021 00:00
Juventude venceu o Murici e está na 2ª fase da Copa do Brasil Juventude venceu o Murici e está na 2ª fase da Copa do Brasil Fernando Alves/ECJuventude

Após eliminação em 17, Juventude se vinga do Murici, vence e elimina time alagoano da Copa Brasil

 

 

Por Alberto Oliveira

 

Vitória tranquila do Juventude sobre o Murici: 3 a 0 - Foto: Fernando Alves/ECJuventude

 

 

A vingança é um prato que se come frio. O Juventude usou isso ao extremo no confronto com o Murici na noite desta terça-feira pela Copa do Brasil. Após ter sido eliminado pelo time alagoano em 2017, o Juventude não deu chance para o azar e com gols no minuto final do primeiro tempo e no minuto inicial da segunda etapa, o Papo aplicou 3 a 0 e assegurou sua classificação com tranquilidade.

 

Matheus Peixoto marcou aos 46 da etapa inicial e aos 57 segundos do tempo final, Guilherme Castilho marcou o segundo gol do Juventude. Já na reta reta final, Vitor Mendes, de cabeça fez o terceiro gol.

 

Com a vitória com tranquilidade, o Juventude assegurou sua participação na 2ª fase da competição. Com isso, o time gaúcho assegurou um valor de R$ 1.070,00 como cota. Já o Murici ficou com a cota de participação de R$ 570 mil.

 

Na próxima fase, o Juventude espera o vencedor entre Atlético de Alagoinhas (BA) e Vila Nova (GO).

 

 

Comemoração de gol: vitória tranquila ddo Juventude - Foto: Fernando Alves/ECJuventude

 

 

 

Com 21 minutos de atraso em função de um problema nos refletores do Estádio José Gomes da Costa, a bola começou a rolar para Murici e Juventude.

 

O Murici sonha com a classificação para garantir todo o orçamento do ano inteiro com as cotas. Já o Juventude pensa em Copa do Brasil com um TBT para relembrar sua maior conquista no futebol brasileiro.

 

Na Série A, o Juventude é o favorito para o jogo e começou a partida tentando tomar a iniciativa do jogo.Apesar disto, a primeira finalização foi do Murici aos seis minutos com o experiente Kattê finalizando para Marcelo Carné fazer uma defesa tranquila. 

 

Novamente o Murici tentou algo. Dyorgenes chutou de fora e novamente Carné fez a defesa.Nove minutos depois, novamente Dyorgenes chegou por trás de defesa após um passe do Mucuri, mas Carné abafou a finalização.

 

Kattê tentou algo mas parou na defesa do Papo - Foto: Jailson Colacio - Murici

 

 

Com dificuldade para se adaptar às condições do campo, somente aos 30 minutos, o Juventude chegou. Guilherme Castilho chutou de longe assustando a defesa do time alagoano.

 

Sem grandes emoções, somente na reta final é que tivemos mudança no placar. Boa troca de passes pelo lado esquerdo da defesa do Murici e Matheus Peixoto chegou recebendo o passe, girando para cima da defesa e marcando o gol que abriu o marcador: Papo 1 a 0.

 

Com cinquenta segundos do 2º tempo, o Juventude ampliou. Arrancada de Capixaba, bola aberta para o lateral Paulo Henrique na cabeça de Guilherme Castilho. É o segundo gol do Papo: 2 a 0.

 

 

Juventude diminuiu a intensidade e baixou as linhas. O Murici ainda tentou arrumar algo dentro do jogo. Aos 29 minutos, Tadeu pegou um rebote dentro da área do Juventude, mas chutou por cima da meta. O Murici ainda tentou construir algo, com a individualidade de Fabinho, mas pouco produziu.

 

Apesar de diminuir ritmo e com todas as mudanças possiveis, o Juventude ainda chegou ao terceiro gol. Após um cruzamento na área, o zagueiro Vitor Mendes pegou um reobte e chutou forte, fazendo o terceiro gol e dando numeros finais ao jogo: 3 a 0


Murici 0 x 3 Juventude

Copa do Brasil - 1ª Fase

Local: Estádio José Gomes da Costa (Murici-AL)

Árbitro: Rodrigo Carvalhares de Miranda (CBF-RJ)

Árbitro Assistente 1: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (CBF-RJ)

Árbitro Assistente 2:  Carlos Henrique Alves de Lima Filho (CBF-RJ)

4º Árbitro: José Ricardo Laranjeira (CBF-AL)

Cartões Amarelos: Celso Teixeira (técnico), Zé Carlos, Tadeu (Murici)

Expulsões: Celso Teixeira (Murici)

Gols:Matheus Peixoto (Juventude) 46’ do 1º tempo; Guilhemre Castilho (Juventude) 57s e Vitor Mendes (Juventude) 40' do 2º tempo

Equipes:

 

Rodrigo Dias, Alex Travassos, Erivelton (Adauto) , Uesles e Tadeu; Ramon, Rodrigo Mucuri e Diógenes(Dival); Gutti, Zé Carlos (Danilo) e Kattê (Fabinho)

Técnico: Celso Teixeira

Mateus Carné, Paulo Henrique, Clebérson, Vítor Mendes e Eltinho; João Paulo (Emerson) e Elton (Yago) ; Capixaba (Gustavo Buchecha), Guilherme Castilho (Matheuzinho) e Marcos Vinicios (Junior Todinho); Matheus Peixoto

 

Técnico: Marquinhos Santos

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.