SUPERIORIDADE

  • domingo, 05 fevereiro 2017 00:00
Sérgio Mota marca o segundo gol do CRB: vitória no clássico pelo Nordestão Sérgio Mota marca o segundo gol do CRB: vitória no clássico pelo Nordestão Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

Com tempo inicial bem superior e com gol questionado, CRB vence CSA e quebra tabu 

CRB vence CSA: superioridade no 1º tempo - Foto: Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

 

 

O clássico entre CRB e CSA foi decidido na enorme superioridade do CRB no 1º tempo. O CRB fez um primeiro tempo próximo da perfeição, foi superior e poderia ter matado o clássico. O CRB chegou a fazer 2 a 0 e no segundo tempo, o CSA dominou, pressionou, criou volume de jogo, mas não teve a mesma eficiência que o CRB na primeira etapa. Com isso, conseguiu apenas um gol e foi derrotado pelo CRB por 2 a 1.

A vitória do CRB quebrou um tabu de 48 anos e de nove jogos de nunca ter vencido o CSA na Copa do Nordeste.

O gol que abriu o marcador, quando Danilo Pires finalizou em diagonal após desvio de Gabriel foi bastante questionado. No primeiro momento havia uma suspeita de impedimento, pois o assistente Clovis Amaral não correu para o centro do campo. Após uma conversa entre árbitro e assistente, o árbitro Emerson Luis Sobral confirmou o gol. A TV chegou a informar que houve impedimento no 1º gol. Depois em jogada coletiva, o CRB chegou ao segundo gol. Danilo Pires começou a jogada, Maílson foi ao fundo e cruzou para Sérgio Mota finalizar fazendo, CRB 2 a 0.

No tempo final, o CSA pressionou, dominou, teve mais volume, mas não conseguiu a diferença de rendimento que o CRB criou no tempo inicial. Mesmo assim, em um contra-ataque de manual, o CSA fez o seu gol. Rayro, Thiago Potiguar e Alex Henrique para finalizar.

Com a vitória no clássico, o CRB chegou aos 4 pontos e assumiu a liderança do grupo D. O CSA ficou com três pontos e ficou na segunda colocação. O ABC venceu o Itabaiana por 2 a 0 e assumiu a terceira colocação. O Itabaiana é o quarto colocado com apenas um ponto.

Na próxima rodada, o CRB enfrentará o ABC, no Frasqueirão, 20h30, em Natal, no próximo sábado, 11. Já o CSA receberá o Itabaiana, 16h, no Estádio Rei Pelé.

O Jogo

CSA tentou virar o jogo: CRB se segurou - Foto: Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

 

Logo aos dois minutos, Everton Heleno bateu uma falta com muito veneno. Pouco antes de chegar ao gol, ele quicou e Juliano fez uma defesa sensacional, evitando o primeiro gol do jogo.

A resposta do CRB veio aos sete minutos quando Maílson conseguiu arrancar pelo lado esquerdo, entrou na área, demorou um pouco a cruzar e acabou sendo travado pela defesa do CSA.

No minuto seguinte, a bola área na área, desvio do zagueiro Gabriel e a bola sobrou para Danilo Pires, que chutou cruzado, venceu o goleiro Jeferson e marcou o primeiro gol da partida. CRB 1 a 0.

O CSA seguia sem encaixar seu posicionamento ofensivo que buscava dois homens com posicionamento de referência. Apenas aos 29 minutos, o CSA conseguiu criar dentro das suas características, muitos toques de bola, aproximação e a finalização d média distância de Everton Heleno. O CRB respondeu com a jogada pelos lados, cruzada, na área e Rayro fazendo a cobertura, evitando que Danilo Pires chegasse para encostar e fazer o segundo gol.

O CSA conseguiu adiantar a marcação. Didira recuou para jogar criando como segundo volante e o CSA cresceu. Aos 37 minutos, Rayro chegou finalizando cruzado e o CSA quase empata.

Lance do gol do CSA: sem força para igualar - Foto: Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

 

No minuto seguinte jogada mortal do CRB. Bola na linha de fundo, Mailson cruzando para trás e Sérgio Mota finalizando com perfeição. CRB 2 a 0.

O Galo seguia bem posicionado, aproveitando a velocidade e a individualidade de Maílson. Aos 41 minutos, ele arrancou em velocidade e próximo da entrada da área, chuto forte, seco, rasteiro para Jeferson fazer uma grande defesa. Quase o CRB faz o terceiro.

No segundo tempo, o CSA voltou com um novo posicionamento. Apenas um homem centralizado, com dois jogadores abertos pelos lados.

Antes dos dez minutos, cada time construiu uma articulação. Após uma falta batida por Diego, Neto Baiano quase marca de cabeça. O goleiro Jeferson defendeu. O CSA conseguiu uma finalização de fora da área com Alex Henrique que foi defendida por Juliano.

Aos 14 minutos, o CSA encaixou um gol de manual de contra-ataque. Jogada de uma transição perfeita, Rayro arrancando, passe preciso para Thiago Potiguar. Ele driblou Juliano, entrou na área, tentou a finalização, mas foi atrapalhado por Gabriel, mesmo assim conseguiu tocar para Alex Henrique, que bateu para o gol vazio. CSA 1 x 2 CRB.

O jogo ficou claro com o CSA dominando as ações, tendo a posse de bola, buscando imprensar a defesa do CRB, que por outro lado, tinha como estratégia engatar o contra-ataque pelos pés do veloz e habilidoso Maílson. Neste cenário, o CRB controlou a pressão do CSA e garantiu a vitória.

Jogo foi pegado e com muitas disputas - Foto: Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

 

  

 Ficha Técnica

 CRB 2 x 1 CSA

Campeonato do Nordeste – Fase de Classificação – 2ª Rodada – Grupo D

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió)

Árbitro: Emerson Luiz Sobral (PE-CBF)

Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE-CBF) e Cleberson do Nascimento Leite (PE-CBF)

4º Árbitro: Júlio César Farias (AL-CBF)

Renda: R$ 257.198,00  Público: 12.328 torcedores (com 10.573 pagantes)

Cartões Amarelos: Didira, Leandro Souza, Alex Henrique, Denilson (CSA) Neto Baiano (CRB)

Expulsões:

Gols: Danilo Pires (CRB) 9’, Sérgio Mota (CRB) 38’ do 1º tempo; Alex Henrique (CSA) 14’ do 2º tempo

Equipes:

CRB: Juliano, Marcos Martins, Flávio Boaventura, Gabriel e Diego; Adriano, Yuri, Danilo Pires(João Paulo) e Sérgio Mota(Clebinho); Maílson e Neto Baiano

 Técnico: Léo Condé

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.