VOOU ALTO

  • terça, 16 janeiro 2018 00:00
Edson Ratinho foi importante na vitória do CRB sobre o Treze Edson Ratinho foi importante na vitória do CRB sobre o Treze Ramon Smith/Treze F.C.

Com gols de bola parada, CRB conquista vitória e larga vencendo na Copa do Nordeste

 

O CRB largou bem na Copa do Nordeste. Mesmo considerando o pouco tempo de trabalho, o desentrosamento, o time regatiano aproveitou a qualidade na bola parada para superar o Treze por 2 a 1.

O primeiro gol do CRB marcado em uma bela cobrança de falta do lateral Ayrton. Depois Marcão cobrou uma penalidade com eficiência e marcou o segundo gol do Regatas. Logo depois, o Treze ainda diminuiu em uma cabeçada esquisita do zagueiro Leonardo Luz.

Com a vitória, o CRB soma os três primeiros pontos e lidera o grupo. Sem pontuar, o Treze ocupa a última colocação. No outro jogo do grupo, o Santa Cruz arrancou um empate com o Confiança,em 1 a 1, mesmo jogando em Aracaju.

Na próxima rodada, o CRB enfrentará o Confiança, no Estádio Rei Pelé, no dia 1 de fevereiro ás 19h. Já no dia 6 de fevereiro, o Treze enfrentará o Santa Cruz, no Arruda em Recife.

O Jogo

O começo da partida entre Treze e CRB mostrou a equipe alagoana saindo para o jogo de uma maneira surpreendente. Mesmo com pouco tempo de trabalho, o time de Campina Grande saiu para o jogo.

Logo aos 4 minutos, a primeira jogada importante foi para o CRB.  O volante Claudinei surgiu como homem surpresa, chutou cruzado e o meia Rafael Bastos tocou para uma importante defesa para o goleiro Saulo.

Quatro minutos depois, o Treze chegou a finalizar com eficiência. Dentro da área, Tininho recebeu nas costas de defesa, dominou chutou cruzado e venceu o goleiro João Carlos, mas o posicionamento do camisa 10 do Galo da Borborema era irregular e o lance foi invalidado.

Aos poucos, o time de Campina Grande começou a tomar conta da partida. Aos 13 minutos, jogada pelo lado esquerdo do ataque paraibano, com passe de Rayro e dentro da área, quase sem ângulo, o volante Jhonnattan chutou forte, tentando surpreender o goleiro João Carlos.

Aos 27 minutos, o volante Everton Sena perdeu a dividida no ‘pé de ferro’, a  bola sobrou para Tininho que dentro da área, chutou cruzado e assustou o goleiro João Carlos. Melhor em campo, o Treze dominava as ações e pressionava o CRB. Dois minutos depois foi a vez do lateral Rayro dominar fora da área e arriscou para o gol: João Carlos defendeu no meio do gol.

Aos 39 minutos, o goleiro Saulo sofreu uma contusão, torcendo o joelho em um lance em que saiu para travar o atacante Marcão. O jogo passou pelo menos quatro minutos de paralização para o atendimento no campo.

Após o reinício da partida, o CRB voltou a incomodar. Aos 50 minutos, Ayrton cobrou a falta com muita qualidade e o goleiro Saulo teve que se esticar todo e fazer uma defesa com dificuldades.

No começo do tempo final, o CRB voltou a sair para o jogo, mas novamente, acabou sufocado pelo time paraibano. Apesar de ter posse de bola, o Treze tinha pouca produtividade. O primeiro lance de perigo no tempo final aconteceu somente aos 18 minutos. Rayro recebeu nas costas do lateral Ayrton, deu um corte no primeiro marcador, mas na hora de finalizar acabou chutando sem direção.

Aos 24 minutos, o CRB teve uma chance de bola parada. Ayrton foi para cobrança e bateu com uma qualidade impressionante. A bola ganhou velocidade e precisão e morreu no fundo das redes: CRB 1 a 0.

Perdendo, o Treze buscou sair com mais qualidade, mas enfrentava a resistência do posicionamento da equipe regatiana. Mesmo assim aos 33 minutos, o goleiro João Carlos teve que intervir em dois lances seguidos. No primeiro, Tininho arriscou de longe e o goleiro espalmou, no rebote, Ferreira chegou para dividir e novamente o goleiro do CRB abafou.

Aos 40 minutos, o CRB encaixou um contra-ataque. Edson Ratinho ligou o lance pelo lado e cruzou para a área, Marcão tentou a finalização, a bola desviou no braço do zagueiro Leonardo Luiz e o árbitro baiano Diego Pombo Lopes marcou a penalidade. O próprio Marcão partiu para a cobrança e bateu no canto direito do goleiro do Treze: CRB 2 a 0.

No lance seguinte, o Treze reagiu. Após um cruzamento despretensioso, aberto, o zagueiro Leonardo Luiz cabeceou muito alto, a bola descaiu e surpreendeu o goleiro João Carlos. Treze 1 x 2 CRB.

Com o gol marcado, o time paraibano partiu para o abafa. Reinaldo Alagoano teve uma oportunidade clara de empatar, mas chutou mal e proporcionou a defesa do goleiro João Carlos. O Treze ainda botou uma pressão, mas o CRB se defendeu e garantiu a primeira vitória na temporada.

Ficha Técnica

Treze (PB) 1 x 2 CRB (AL)

Copa do Nordeste – 1ª Rodada – Grupo A

Local: Estádio Ernani Sátiro (Campeina Grande-PB)

Árbitro: Diego Pombo Lopes (BA-CBF)

Árbitro Assistente 1: Jocimar dos Santos Dias (BA-CBF)

Árbitro Assistente 2: Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA-CBF)

4º Árbitro: Emanuel Diniz de Araújo (PB-CBF)

Renda:  Público:

Cartões Amarelos: Everton Sena (CRB)

Gols: Ayrton (CRB) 24’ e Marcão (Penâlti-CRB) 42’, Leonardo Luiz (Treze) 43’do 2º tempo

Equipes:

Treze: Saulo, Ferreira, Italo, Leonardo Luiz e Rayro; Eleilson, Jhonnattan(Edinho Canutama) , Dedê e Tininho; Júlio Barbosa (Tozin) e Reinaldo Alagoano

Técnico: Oliveira Canindé

CRB: João Carlos, Ayrton, Flávio Boaventura, Anderson Conceição e Diego; Everton Sena e Claudinei; Edson Ratinho, Rafael Bastos (Willians) e Juninho Potiguar(Manoel); Marcão (Neto Baiano)

 Técnico: Marcelo Henrique

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.