IGUAIS

  • domingo, 10 março 2019 00:00
Jogando em Recife, CSA pontua, chega a 10 pontos mas pode perder posições ao final da rodada Jogando em Recife, CSA pontua, chega a 10 pontos mas pode perder posições ao final da rodada Morgana Oliveira - ASCOM CSA

CSA chega a sair na frente, mas cede empate ao Santa Cruz no Arruda

 

O CSA foi ao Recife imaginando obter a segunda vitória fora de casa na Copa do Nordeste e melhorar sua posição na tabela de classificação da competição. No entanto, o time azulino ficou no empate com o Santa Cruz em 1 a 1.

O CSA até saiu na frente, ainda no tempo inicial, com o Manga Escobar que marcou o primeiro gol com a camisa azulina. Mas logo aos 4 minutos da etapa final, Pipico, cobrando falta, decretou o empate para o tricolor pernambucano. Ao longo de toda a partida, CSA e Santa Cruz desperdiçaram boas oportunidades.

O empate deixou as duas equipes dentro do G4, mas o time azulino poderá sentir um prejuízo maior. Abrindo a 6ª rodada, o CSA chegou aos 10 pontos, subiu uma posição, ultrapassando o Bahia. No entanto, Bahia, ABC, Náutico e Confiança poderão ultrapassar o CSA, deixando a equipe fora da zona de classificação. Para o Santa Cruz, o ponto somado fez a Cobra Coral assumir a liderança temporariamente com nove pontos somados contra oito do Fortaleza. Mas o time cearense ainda jogará na rodada e até se empatar a partida – contra o Ceará – reassumirá a liderança.

O CSA voltará a campo já no final de março. A equipe azulina receberá o Sergipe, no dia 24 de março, domingo, 19h, no Rei Pelé. Já o Santa Cruz voltará a atuar na Copa do Nordeste, no dia 23, ás 16h, contra o Ceará, na Arena Castelão.

O Jogo

O primeiro grande lance da partida foi dez minutos com Pipico iniciando um duelo com João Carlos. O time pernambucano criou uma jogada pelo lado do campo e Pipico dominou sozinho e chutou para uma grande defesa do goleiro João Carlos, evitando que o Santa abrisse o marcador.

Após este lance, o CSA assustou a defesa do Santa Cruz em jogada de Matheus Sávio. O meia azulino cruzou e de cabeça Apodi obrigou Anderson a fazer uma linda defesa.

Aproveitando erros em passes e de posicionamentos do Santa Cruz, o CSA dominou as ações, sem no entanto, criar grandes oportunidades. Já na reta final do primeiro tempo, Apodi foi acionado pelo lado direito, ganhou a jogada na velocidade e fez o cruzamento, Patrick Fabiano não alcançou, mas a bola sobrou para Manga Escobar, que sozinho, dominou e soltou um balaço para abrir o marcador: CSA 1 a 0.

No começo do segundo tempo, o Santa Cruz chegou ao empate. Pipico foi derrubado e ele mesmo foi cobrar a falta. Ele ajeitou e bateu com força, por fora da barreira, João Carlos não conseguiu chegar e o Santa Cruz empatava o jogo logo aos quatro minutos.

Animado com o empate, o Santinha tentou o gol da virada. Elias Carioca quase conseguiu aos 11 minutos, mas João Carlos fez boa defesa e evitou o gol do time pernambucano.

Aos 23 minutos, Pipico conseguiu entrar por trás de defesa do CSA, chutou e marcou, mas o lance foi anulado em função da posição irregular do atacante. Aos 27, novamente Pipico tentou marcar, mas chutou para fora, assustando o goleiro João Carlos.

O CSA quase consegue o gol da vitória aos 46 minutos. Bola alçada na área por Celsinho, Cassiano desvia na primeira trave, a bola passa na frente do gol e Bruno Ramires chega atrasado para tocar para o gol.

Ficha Técnica

Santa Cruz 1  x 1 CSA

Copa do Nordeste – 1ª Fase – 6ª Rodada

Local: Estádio José do Rego Maciel ‘Arruda’ (Recife-PE)

Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida (CBF-BA)

Árbitro Assistente 1: Carlos Eduardo Bregalda Gussen (CBF-BA)

Árbitro Assistente 2: Edevan de Oliveira Pereira (CBF-BA)

4º Árbitro: Gleydson Ferreira Leite (CBF-PE)

Renda:  R$ 62.885,00 Público: 5.840 torcedores

Cartões Amarelos: Cesinha, Bruno Ré (Santa Cruz) Gerson, Matheus Sávio (CSA)

Gols: Manga Escobar (CSA) 40’ do 1º tempo e Pipico (Santa Cruz) 4’ do 2º tempo

Equipes:

Santa Cruz: Anderson, Cesinha, João Victor, Willian e Bruno Ré; Ítalo Henrique (Charles) e Luis Felipe; Jô (Guilherme Queiroz), Allan Dias e Elias Carioca( Augsto Potiguar); Pipico

Técnico: Leston Junior

CSA: João Carlos, Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos(Celsinho); Dawhan e Didira; Manga Escobar(Bruno Ramires), Matheus Sávio e Robinho( Cassiano); Patrick Fabiano

Técnico: Gabriel Cabo (Assistente técnico)

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.