ATITUDE

  • domingo, 07 abril 2019 00:00
Roberto Fernandes largou o CRB após Marcos Barbosa mandar mensagem: faltou comando Roberto Fernandes largou o CRB após Marcos Barbosa mandar mensagem: faltou comando ASCOM CRB

Mensagens via whatsapp, quebra de confiança: os bastidores da saída de Roberto Fernandes

 

 

O técnico Roberto Fernandes não comandará mais o CRB. O técnico publicou em uma de suas redes sociais a saída do comando técnico do CRB.

Fernandes publicou um texto comunicando sua decisão. “E assim termina mais um ciclo, nem sempre as coisas acontecem da forma que desejamos...”. O ex-técnico do CRB aproveitou para agradecer a todos no clube pela oportunidade de ‘comandar um clube da grandeza do CRB’.

Por sua vez, o clube publicou uma nota oficial e reclamou da atitude tomada pelo treinador. O CRB revela que não havia intenção de ‘efetuar uma troca no comando técnico’ e insinua que a decisão tomada ‘pode ter sido tomada antes do jogo’ e justifica o fato que o técnico optou por ‘viajar para Recife em seu carro particular’.

Outro fato que desagradou a direção está no aspecto que os jogadores foram comunicados da saída do treinador antes mesmo da diretoria e que o clube não querer ‘pessoas insatisfeitas e sem vontade de se doar ao máximo’.

Em uma apuração feita pelo portal esportealagoano, a relação entre a direção executiva do CRB e o técnico Roberto Fernandes era uma relação de um ‘aturar’o outro. Mas desde o início da temporada que existiam ruídos.

Ainda no mês de fevereiro na partida contra o Jaciobá pela 1ª fase do Alagoano, um jogador do CRB revelou que a relação ‘com o homem – se referindo ao presidente do CRB – não era boa e que era esperado um tropeço para o técnico ser desligado. Roberto Fernandes utilizou entrevistas coletivas para mandar ‘recados’ contundentes e até chegou a afirmar que ‘não tem apego ao cargo’ e que se não houvesse satisfação, ele poderia sair.

Ontem mensagens passadas via whatsapp para o assistente Leandro Sena desagradaram a comissão técnica. Além disto uma mensagem do presidente afirmando que teria ‘faltado comando’ foi interpretado pelo treinador como ‘quebra de confiança’ da direção com a cobrança feita pelo presidente. A partir deste momento, o técnico reuniu o grupo e comunicou a decisão aos jogadores que a partir daquele momento não seguiria como treinador do CRB.

Em sua trajetória a frente do comando técnico do CRB, Roberto Fernandes teve 56,5% de aproveitamento. O treinador chegou ainda no ano passado para a reta final da Série B e em 32 jogos, conquistou 13 vitórias, teve 15 empates e apenas 4 derrotas.

Em termos de desempenho, o treinador conseguiu livrar o time do rebaixamento para a Série C e nesta temporada colocou o CRB na final do Alagoano,  classificou a equipe para 3ª fase da Copa do Brasil, além de repetir o desempenho de chegar as quartas-de-final da Copa do Nordeste.

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.