RETORNO SEGURO

  • quarta, 22 julho 2020 00:00
Jogadores do CSA fazem gesto antirracismo durante a comemoração do gol de Michel Douglas (centro) Jogadores do CSA fazem gesto antirracismo durante a comemoração do gol de Michel Douglas (centro) Reprodução/Live FC

CSA tem boa apresentação na Bahia, vence o ABC por 2 a 0 e se despede da Copa do Nordeste

 Por Isaac Simões

 

O CSA fez um jogo seguro, na noite dessa quarta-feira (22), diante do ABC-RN e venceu o time potiguar por 2 a 0, no Centro Esportivo Praia do Forte, em Mata de São João-BA, pela última rodada da Copa do Nordeste. Yago e Michel Douglas marcaram os gols da vitória azulina, ainda no primeiro tempo.

Esta foi a primeira partida oficial do Azulão, após a paralisação do futebol devido a pandemia da Covid-19. Os marujos já estavam eliminados do regional e utilizaram a partida como preparação para a Série B do Brasileiro e o Campeonato Alagoano. A vitória fez o CSA ganhar duas posições na tabela e encerrar a competição fora da lanterna do Grupo B, na 6ª colocação, com sete pontos. Por outro lado, o ABC-RN desperdiçou a chance de avançar a próxima fase, e despediu-se na 5ª posição do Grupo A, com nove pontos ganhos.

Com indefinições de datas do Campeonato Alagoano, o CSA foca agora na estreia na Série B do Brasileiro, contra o Guarani, no Rei Pelé, marcado para o dia 7 de agosto (sexta-feira), ainda sem a presença dos torcedores.

Imposição azulina

Desde o apito inicial, o CSA fez valer o seu maior tempo de preparação e impôs seu jogo facilmente. Com a velocidade de Allano na direita e Rafael Bilú na esquerda, o Azulão não deixou o ABC respirar. A movimentação dos dois pontas marujos prendia os laterais alvinegros e abria espaços.

Em um desses espaços, aos cinco minutos, Nadson recebeu na intermediária e soltou uma bomba, mas a bola foi por cima. Um minuto depois, Allano dominou na entrada da área, pedalou pelo lado direito na frente de Reginaldo e com um toque clássico de calcanhar, deixou Norberto em ótima condição para cruzar e encontrar Yago, livre dentro da pequena área, para escorar de cabeça: CSA 1x0.

O lado direito azulino seguia funcionando bem com Allano e, por muito pouco, ele não ampliou o placar, após um lindo chute de canhota de aos nove minutos que explodiu no travessão. Precisando do resultado, o ABC saiu mais para o ataque, mas não conseguia incomodar a meta de Thiago Rodrigues, enquanto o CSA seguia perigoso. Aos 34, Rafael Bilú levantou na área e Alan Costa testou no canto esquerdo de Rafael, mas a bola caprichosamente foi para fora.

Mas, a superioridade azulina era nítida e no lance seguinte, Yago descolou um lindo lançamento rasteiro para Michel Douglas, se livrar do marcador, driblar o goleiro e tocar para o fundo das redes, ampliando o placar na Bahia: Azulão 2x0.

Antes do intervalo, o CSA ainda teve mais uma chance com Bilú, após bobeira da defesa potiguar, mas o atacante marujo parou na boa defesa de Rafael.

Sem grandes sustos

Na etapa final, o ABC voltou mais no campo de ataque e até tentou exercer uma pressão no CSA, mas esbarrava na boa atuação defensiva maruja. Bem postado em campo, o Azulão não sofreu, e viu Thiago Rodrigues trabalhar somente uma vez, quando Paulo Sérgio recebeu na entrada da área e bateu firme, rasteiro, obrigando o goleiro azulino a espalmar aos 18 minutos.

Antes, aos 5, Allano proporcionou o lance mais impressionante da partida: bobeira da defesa alvinegra, a bola sobra limpa para o atacante na área, e mesmo com o goleiro batido, ele finalizou para fora, desperdiçando a chance do terceiro.

Apesar do gol perdido por Allano, o CSA chegou a balançar as redes com Lucas Dias, aos 26 minutos, mas o árbitro pegou toque de mão do jogador marujo. Já em momento de desespero alvinegro, Paulo Sérgio deixou a redonda escapulir dentro da área, Cedric atento, emendou de perna direita, mas ela passou raspando o travessão azulino. Fim de papo em Mata de São João. CSA 2x0 ABC.

ABC: Rafael; Pedro Costa, Richardson, Joécio e Reginaldo; Diego Valderrama (Bruno Souza), Felipe Manoel (Danúbio ‘Jordan’), Cedric e João Paulo; Berguinho (Carlos) e Paulo Sérgio.

Técnico: Francisco Diá.

CSA: Thiago Rodrigues; Norberto (Diego Renan), Alan Costa, Luciano Castán e Igor Fernandes; Márcio Araújo, Yago (Lucas Dias), Nadson (João Paulo); Allano (Victor Paraíba), Rafael Bilú e Michel Douglas (Diego Maurício).

Técnico: Eduardo Baptista.

Árbitro: Marielson Alves Silva (CBF-BA)

Assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim (CBF-BA) e Daniela Coutinho Pinto (CBF-BA).).

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.