CAIU DE PÉ

  • quarta, 31 março 2021 00:00
CSA perde para o Ceará no Castelão mas permanece no G4 CSA perde para o Ceará no Castelão mas permanece no G4 Augusto Oliveira - ASCOM CSA

Em jogo atípico, CSA é derrotado pelo Ceará, perde invencibilidade mas segue no G4

 

 

Por Alberto Oliveira

 

O CSA perdeu a invencibilidade na temporada e na Copa do Nordeste. Jogando na noite desta quarta-feira, na Arena Castelão, o CSA foi derrotado pelo Ceará por 2 a 0. Os gols do time cearense foram marcados por Mendonza e Felipe Vizeu.

 

O time azulino enfrentou dificuldades desde o começo da partida. Com três minutos, o time já precisou fazer duas mudanças por problemas de contusão.. O time sentiu a pancada e fez um primeiro tempo de instabilidade.O time tomou um gol em uma finalizaão de média distância de Mendonza e o CSA foi muito pressionado.

 

Na segunda etapa, o CSA equilibrou as ações, chegou perto do empate em pelo menos dois lances, com Marco Túlio e Filemon, mas já na reta final da partida, após uma falha defensiva, Felipe Vizeu marcou o segundo gol do Vovô.

 

Com a derrota, o CSA é o vice-lider do grupo com nove pontos. Já o Ceará chegou aos 10 pontos e se manteve naa 3ª posição.

 

Na próxima rodada, o CSA enfrentará o 4 de Julho, no sábado, 3, ás 18h15, no Estádio Rei Pelé.. Já o Ceará enfrentará o Sport, também no sábado, ás 16h, na Ilha do Retiro.




 

No primeiro lance da partida, o CSA começou a enfrentar os primeiros problemas. Era um minuto de jogo e na primeira bola jogada em profundidade , o lateral Victor Costa veio fazer a cobertura e sentiu dores na parte posterior da coxa. 

 

Também no lance,o lateral Cristovam sentiu uma contusão e precisou ser substituido.  Marquinhos entrou improvisado pela lateral direita. 

 

Ainda com o impacto de uma mudança forçada, o CSA perdeu outro jogador. Aos três minutos, Charles dominou de fora da área e soltou uma pancada, Thiago Rodrigues deu o rebote e saiu para abafar a chegada de Meonza, o meia do Vovô chegou para dividir e o joelho do camisa 10 de Ceará foi de encontro ao rosto do goleiro azulino. Thiago Rodrigues teve que ser atendido, sangrou o nariz após e ainda teve um hematoma no olho. Sem conseguir enxergar, o goleiro precisou deixar o campo de jogo.  Segunda modificação em três minutos.

 

Aos 11 minutos, o Ceará quase abre o marcador.Após uma jogada pelo corredor esquerdo, Cléber dominou a bola, soltou uma pancada. A bola passou rente ao poste direito. O Ceará seguia dominando as ações e aos 16 minutos foi a vez Vina chutar e Darley fez uma importante defesa..

 

Dois minutos depois, surgiu o gol do Ceará . Mendoza surgiu com a bola dominada, arrastando a marcação e sem ser pressionado , chutou forte, rasteiro. O zagueiro Lucão deu as costas para o lance, a bola pegou efeito, passou entre as pernas do camisa 3 do CSA e não deu para o goleiro Darley chegar. Ceará  1 a 0.

 

O CSA conseguiu se assentar no jogo e começar a valorizar mais a posse de bola e o Ceará já não chegava com tanta eficiência. Devido às duas paradas, atendimento aos jogadores do CSA e tudo mais, o árbitro ainda acresceu oito minutos .

 

No segundo tempo, o técnico Mozart voltou com a equipe ajustada, reposicionada. Mostrando conhecimento em relação ao elenco, o treinador azulino trouxe Tito para jogar pelo lado direito do sistema defensivo, além de puxar Silas para atuar pelo lado esquerdo da defesa.

 

O CSA melhorou. O time não se mostrava mais desconectado nos setores, conseguia trocar passes e construir situações ofensivas e além disto não permitiu que o Ceará tivesse oportunidades claras para definir o jogo.

 

Com isso, o CSA conseguiu pelo menos criar duas boas situações para buscar o empate. No melhor lance, Marco Túlio em jogada individual, cortou do corredor esquerdo para dentro e soltou uma pancada. A bola explodiu na trave e em cobrança de escanteio, Rodolfo Filemon chegou no meio da área e sozinho cabeceou, mas sem o gesto técnico correto, desperdiçou a oportunidade.

 

Quando o CSA mantinha o controle do jogo,a equipe errou em uma saída de bola com Marquinhos escorregando, a bola sendo roubada, Mendoza chutou cruzado, Filemon não cortou e Felipe Vizeu empurrou para as redes: Ceará 2 a 0.

 

 

Ceará 2 x 0 CSA

Copa do Nordeste - Fase de Classificação - 6ª Rodada

Local: Arena Castelão (Fortaleza-CE)

Árbitro: Marielson Alves Silva (CBF-BA)

Árbitro Assistente 1 Elicarlos Franco de Oliveira (CBF-BA)

Árbitro Assistente 2: Luanderson Lima dos Santos (CBF-BA)

4º Árbitro: Raimundo Rodrigues de Oliveira Junior (CBF-CE)

Cartões Amarelos: Bruno Pacheco, Richard, Saulo  Mineiro, Rick(Ceará) Marco Túlio, Marquinhos (CSA)

Expulsões:Rick (Ceará)

Gols:Mendoza (Ceará) 18’ do 1º tempo e  Felipe Vizeu (Ceará) 41’ do 2º tempo

 

Richard, Gabriel Dias (Eduardo), Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles (Pedro Naressi) e Oliveira;  Vina (Rick), Mendoza e Saulo Mineiro (Felipe Vizeu); Cléber (Marlon)

Técnico: Guto Ferreira

Thiago Rodrigues (Darley), Cristovam (Marquinhos), Rodolfo Filemon, Lucão e Victor Costa (Tito);Geovane (Italo) e Silas; Rodrigo Pimpão e Marco Túlio (Silvinho); Iury Castilho e Dellatorre

 

Técnico: Mozart

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.