ADIAMENTO

  • sábado, 03 abril 2021 00:00
CSA não consegue vencer o 4 de Julho: jogo apertado CSA não consegue vencer o 4 de Julho: jogo apertado Augusto Oliveira - ASCOM CSA

CSA empata com 4 de Julho e desperdiça chance de encaminhar a classificação para a próxima fase

 

 

Por Alberto Oliveira

 

 

Geovani voltou a ser u dos destaques do time azulino - Foto: Augusto Oliveira - ASCOM CSA

 

 

 

O empate em 2 a 2 com o 4 de Julho não foi o resultado esperado pelo CSA. Com chances claras até de mesmo de assegurar a classificação antecipada para a próxima fase da Copa do Nordeste, o time azulino precisava da vitória, mas encontrou um adversário qualificado e que veio jogar de igual para igual no Rei Pelé.

 

O time de Piripiri no Piauí saiu na frente com um golaço de Cinelton. Mas o CSA buscou o empate ainda no tempo inicial quando a arbitragem marcou um pênalti inexistente sobre Marco Tulio e Dellatorre empatou. Na etapa final foi a vez do próprio Marco Túlio marcar um golaço de fora da área virando o marcador para o CSA. Ainda tinha uma falha grotesca de Rodolfo Filemon que culminou em um contra-ataque do time piauiense e gol do atacante Dudu Beberibe.

 

Com o placar de 2 a 2 e os resultados de outros jogos, o CSA chegou aos dez pontos e permanece na segunda posição do grupo B, ainda dependendo apenas do seu resultado para avançar à próxima fase da competição. Já o 4 de Julho tem seis pontos, é o penúltimo colocado no grupo A e não tem mais chances de classificação para a próxima fase.

 

Na última rodada da fase incial, o CSA enfrentará o Sampaio Corrêa, no Castelão em São Luiz. Já o 4 de Julho se despede da competição no Lindolfo Monteiro contra o Vitória. Todos os jogos da rodada final serão disputados no sábado, 10 ás 16h.



 

O primeiro lance perigoso na partida foi favorável ao 4 de Julho. Após um erro de passe do zagueiro Lucão, Dudu saiu na cara do gol, chutou rasteiro e o goleiro Darley fez a intervenção. No lance seguinte foi a vez do time azulino. Após uma jogada criada pelo lado esquerdo, Dellatorre dominou e chutou forte na entrada da área. A bola passou a direita do gol de Jailson.

 

O jogo começou a ficar mais aberto e com mais espaços para prosseguir, os times chegavam como mais espaços. Aos 18 minutos, o CSA tinha sete homens no sistema defensivo, mas sem ter encaixado uma marcação agressiva no homem da bola, Hiltinho fez o recuo para Cinelton, que se aproximou da entrada a da área e soltou uma pancada. É gol! 4 de Julho 1 a 0.

 

O CSA tentava construir algo melhor na partida. A equipe azulina começa a criar alternativas em bolas alçadas na área e em chutes de média distância. Em dois lances seguidos, o CSA chegou. No primeiro lance Geovani chutou de longe e assustou Jailson. No lance seguinte, escanteio cobrado e Filemon cabeçeou sem direção.

 

O time azulino seguiu pressionando, construindo jogadas de ultrapassagem, mas sem eficiência no último passe. Aos 36 minutos foi a vez de Iury Castilho que fez jogada individual, ganhou do marcador e chutou cruzado em diagonal, Jailson fez a defesa e por muito pouco, a bola não entrou. No cobrança do escanteio, a bola foi cruzada no primeiro pau e Rodrigo Pimpão cabeceou e Jailson com uma grande defesa evitou o empate azulino.

 

Já no minuto final do tempo regulamentar, Marco Túlio cavou uma penalidade, o árbitro marcou e ajudou o CSA. Dellatorre foi para cobrança, bateu rasteiro, no mesmo canto do goleiro, mas forte rasteiro, empatando o jogo: CSA 1 a 1.

 

Logo no começo do segundo tempo, o CSA montou uma blitz e em um mesmo lance, o time desperdiçou duas oportunidades. Após Victor Costa conseguir um cruzamento rasteiro, Dellatorre não alcança a bola, Iury quase embaixo do travessão, não consegue meter no gol, a bola toca na lateral da coxa – mas no rebote, Marco Tulio domina de fora da área, bate tirando do goleiro e marca um belo gol: a virada azulina para 2 a 1.

 

Cinco minutos depois, o CSA tinha a posse de bola com domínio na intermadiária. Filemon adiantou um pouco e tentou o recurso do drible, perdeu a bola e o time piauiense encaixou o contra-ataque e Dudu acabou finalizando com eficiência, sem dar chance para o goleiro Darley empatando novamente o jogo: 2 a 2.

 

As duas equipes diminuíram a construção de chances. Somente aos 36 minutos após o cruzamento de Silvinho, Italo cabeceou e a bola passou muito próxima do poste direito, assustando o goleiro Jailson.

 

E novamente o Italo já aos 44 minutos, recebeu a bola dentro da área, cortou a marcação e chutou forte, Jailson fez boa defesa. Este foi o último lance importante da partida.

 

CSA 2 x2 4 de Julho

Copa do Nordeste – Fase de Classificação – 7ª Rodada

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)

Árbitro: Leonilson Fernandes Trigueiro Filho (CBF-RN)

Árbitro Assistente 1: Joan Márcio dos Santos (CBF-RN)

Árbitro Assistente 2: João Henrique Queiroz (CBF-RN)

4º Árbitro: Helder Brasileiro (CBF-AL)

Cartões Amarelos: Geovane, Dellatorre, Victor Costa (CSA) Jailson, Gilmar Bahia, Dudu (4 de Julho)

Gols: Cinelton (4 de Julho) 18’ e Dellatorre (Pênalti-CSA) 44’ do 1º tempo; Marco Túlio (CSA) 3’, Dudu (4 de Julho) 9’ do 2º tempo

 

Equipes:

 

CSA: Darley, Norberto, Lucão, Rodolfo Filemon e Silas(Italo); Geovane (Bruno Mota) e Gabriel; Marco Túlio (Aylon), Rodrigo Pimpão (Victor Costa) e Iury Castilho(Silvinho); Dellatorre

Técnico Mozart

 

4 de Julho: Jailson, André, Marcelo, Gilmar Bahia e Wanderson; Cinelton e Edinaldo; Hiltinho (Esquerdinha) Ted Love (Maycon Douglas) e Indio (João Pedro); Dudu Beberibe

 

Técnico: Flávio Araújo

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.