e-Alagoano: fraude elimina e-jogador e provoca novas semifinais

  • sábado, 23 maio 2020 00:00
Fraude no e-Alagoano elimina competidor e faz semifinais serem remarcadas Fraude no e-Alagoano elimina competidor e faz semifinais serem remarcadas Divulgação - FAF

Representante do CSE, Robério dos Santos, usou outro jogador para atuar nas disputas

 

 

Uma denúncia de fraude levaram a Federação Alagoana de Futebol (FAF) e a Federação Alagoana de Futebol Digital e Virtual (FAFDV) a decidirem pela eliminação do e-jogador, Robério dos Santos, que representava o CSE.

Além da eliminação do representante tricolor, as semifinais também serão refeitas. Robério dos Santos havia se classificado para a decisão do título com Ewerson Portela, que representa o ASA na disputa da competição.

Com a pandemia da COVID-19, a competição passou a ter rodadas de maneira remota, com os atletas jogando em casa. A denúncia recebida, e comprovada pelas entidades, dava conta que Robério dos Santos havia utilizado um outro jogador para atuar em duas oportunidades. O expediente fraudulento em duas oportunidades: a primeira vez na 7ª rodada da fase de classificação contra Ewerson Portela (ASA)  e uma segunda vez, contra Ruan Rocha (CSA) na semifinais.

COMO FICOU

Com a eliminação de Robério dos Santos, os pontos dos jogos da fase de grupo foram transferidos ao adversário e com isso, outro jogador se classificou para as semifinais. No entanto, a FAF e a FAFDV ainda não anunciaram as novas datas das semifinais.

A FAFDV também informou que Robério dos Santos foi suspenso de competições organizadas pela FAADV por cinco anos. As duas entidades buscam soluções para melhorar a segurança dos confrontos.

  

Confira a nota divulgada pela FAFDV:

"A Federação Alagoana de Futebol Digital e Virtual vem, através de sua rede social, publicar a nota conjunta com a Federação Alagoana de Futebol referente ao fato ocorrido no E-alagoano de Futebol Digital organizado pelas mesmas.

Conseguimos identificar uma conduta irregular do atleta Robério dos Santos, que num primeiro momento retrucou e foi às redes sociais dizer que a organização estava querendo prejudicá-lo.

Porém, posteriormente, houve acesso a áudios do próprio atleta dizendo como se realizava todo o procedimento para que outra pessoa pudesse jogar em seu lugar.

O mesmo entrou em contato com a FAFDV, revelando como fazia tudo e admitindo que não era o mesmo que estava jogando em algumas oportunidades, não indicando, porém, quem era a pessoa que atuou em alguns jogos por ele.

Devido à má conduta verificada, de acordo com o regulamento do E-Alagoano de Futebol Digital, o atleta será eliminado da competição e Suspenso das competições organizadas pela FAFDV por 5 anos, em decorrência de todos os fatos apurados, além de acusações infundadas e ofensas dirigidas à comissão organizadora, configurando conduta anti-desportiva com a prática de grave irregularidade no decorrer da competição".

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.