QUEDA

  • terça, 27 setembro 2016 00:00
O baixo aproveitamento no returno tirou o CRB do G4 O baixo aproveitamento no returno tirou o CRB do G4 Alberto Oliveira

CRB: com baixo aproveitamento dentro e fora de casa, números explicam  saída do G4

 

 

 

Não há uma explicação plausível para a queda de rendimento do CRB no returno da Série B. Direção , comissão técnica, jogadores, torcedores tem seus motivos, mas não existe um motivo claro. A ajuda para explicar a queda de rendimento vem em números.

 

No returno, o CRB tem um aproveitamento tão ruim que por só justifica sua saída do G4. Em sete rodadas disputadas, 24 pontos estiveram em jogo e o CRB somou apenas sete. O indíce de aproveitamento é de 29,2%. No returno, o Galo tem apenas a 17ª colocação. Um simples comparativo com que está no topo mostra a diferença. O Avaí é o melhor time do returno e já somou 19 dos 24 pontos disputados. O aproveitamento é de 79,2%.

 

Outro comparativo a ser traçado é um comparação com o Vasco. O melhor momento do CRB na Série B foi na 16ª rodada, quando ele venceu o Tupi por 3 a 0, chegou a vice-liderança e há apenas um ponto de diferença para o Vasco: 32 a 31. Passadas dez rodadas, o Vasco tem 51 pontos e o CRB 40. Enquanto, o Vasco somou 19 pontos, o CRB somou apenas 9.

 

No returno o CRB fará mais jogos em casa (10 contra 9). Mas o CRB já ‘desperdiçou’ metade dos jogos que terá em casa. Foram cinco jogos, com apenas uma vitória, um empate e três derrotas. 

 

Nos últimos cinco jogos, o CRB empatou todos. Se tivesse vencido um deles, estaria na 4ª posição pois teria a mesma pontuação que o Londrina, mas teria maior número de vitórias. Fora de casa, o CRB também caiu em aproveitamento. 

 

Mesmo com toda esta queda, o CRB está a dois pontos do 4º colocado, mas passa a depender de outros resultados. A partir de agora precisará vencer e secar os adversários que estão acima da posição dele para voltar ao G4.

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.