SUFOCO RENOVADO

  • sábado, 11 novembro 2017 00:00
Derrotado pelo Guarani, CRB volta a sofre com proximidade do Z4 Derrotado pelo Guarani, CRB volta a sofre com proximidade do Z4 Luciano Galdino - Guarani Press

CRB toma gol aos 46 minutos do tempo final, perde para o Guarani e volta a ser incomodado pelo Z4

 

 

O CRB voltou a ser pressionado pelo fantasma do rebaixamento. Jogando em Campinas, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, o CRB foi derrotado pelo Guarani por 2 a 1. O gol da vitória do Bugre surgiu aos 46 minutos do 2º tempo, quando Bruno Mendes marcou de cabeça.

No primeiro tempo, Luis Fernando havia marcado após um rebote da defesa do CRB e Flávio Boaventura havia empatado após uma falta sobre Chico e um cruzamento de Diego.

A derrota fez o CRB estacionar nos 42 pontos. Ao final da rodada, o CRB foi a equipe que mais perdeu posições entre os 20 time da Série B. Perdendo duas posições – foi ultrapassado pelo próprio Guarani e pelo Boa Esporte - , o CRB caiu para a 16ª rodada e fica rigorosamente a dois pontos e a uma posição da zona de rebaixamento. Já o Guarani chegou aos 43 pontos, subiu uma posição e gora ocupa a 14ª posição.

Com 42 pontos, o CRB precisa somar mais quatro pontos para chegar aos 46 e garantir-se na Série B da próximo ano, mas rigorosamente o CRB poderá entrar no Z4, se for derrotado pelo Goíás e o Luverdense vencer o Boa Esporte.

Na próxima rodada, o CRB receberá o Goiás, na terça-feira, 14, no Estádio Rei Pelé, ás 20h30. Já o Guarani enfrentará o Londrina, no Estádio do Café, 18h15, no interior do Paraná.

 

O Jogo

Mesmo jogando em Campinas, o CRB começou a partida de forma mais intensa. O time tinha mais posse, atacava mais, mas não criava oportunidades de finalização. Assim o jogo transcorreu nos dez primeiros minutos. A única finalização – por fora do gol – foi do volante Tinga batendo rasteiro, por fora, sem levar perigo.

O primeiro lance que forçou o goleiro Leandro Santos fazer uma defesa aconteceu aos onze minutos, quando Tinga chutou e o goleiro do Bugre fez a defesa em dois tempos.

A partir deste lance, o Guarani passou a se soltar na partida. O Bugre saiu mais para o jogo, chegou com mais força e criou situações para finalização. Somente aos 28 minutos, o Guarani foi mais efetivo e já conseguiu chegar ao gol. Após um toque inicial para área, Caique dominou sozinho e chutou, Flávio Boaventura rebateu e abola caiu nos pés de Luiz Fernando, que chutou forte, rasteiro, venceu Edson Kolln e colocou o Guarani na frente: 1 a 0.

Pouco depois, o CRB teve uma falta em seu favor quando Chico foi derrubado. Diego cobrou fechando, a defesa do Guarani não se deslocou e Flávio Boaventura desviou para o fundo do gol, empatando a partida.: 1 a 1.

No tempo final, o Guarani seguiu pressionando, com volume de jogo, mas sem conseguir construir situações claras para finalização. Com eficiência defensiva, o CRB segurou o adversário e criou situações de finalização.

O primeiro lance favorável ao CRB foi aos 13 minutos. Chico na entrada da área com a bola dominada, chutou colocado e o goleiro do Guarani fez uma grande defesa. Dois minutos depois, novamente o CRB quase marca. Marcos Martins cobrou falta, Flávio Boaventura conseguiu tocar na bola e o goleiro Leandro Santos fez outra importante defesa.

Somente aos 22 minutos, o Guarani assutou. A bola sobrou na frente da área e o lateral Lenon chutou rasteiro, a bola passou muito perto do gol defendido por Edson Kolln. Aos 35 minutos, Yuri roubou a bola de Baraka, chuta forte e assusta o goleiro do Guarani.

E depois já aos 46 minutos, o CRB cometeu uma falta na intermediária. Na cobrança, o CRB errou o posicionamento, como o Guarani errou no tempo inicial, o atacante Bruno Mendes antecipou-se a defesa , desviou, venceu o goleiro Edson Kolln e já nos acréscimos, o Guarani voltou a ficar na frente do  marcador e garantir uma vitória estratégica.

 

Ficha Técnica

Guarani 2 x 1 CRB

Campeonato Brasileiro –Série B – 35ª Rodada

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa (Campinas-SP)

Árbitro: Claúdio Francisco Lima e Silva (CBF-SE)

Árbitro Assistente 1: Cleriston Cley e Silva (CBF-SE)

Árbitro Assistente 2: Ailton Farias da Silva (CBF-SE)

4º Árbitro: Márcio Henrique de Gois (CBF-SP)

Renda: R$ 47.819,00  Público: 6.464 torcedores

Cartões Amarelos: Rodrigo Souza, Diego (CRB) Willian Rocha, Betinho, Paulinho (Guarani)

Gols: Luiz Fernando (Guarani) 28’ , Flávio Boaventura (CRB) 34’ do 1º tempo; Bruno Mendes (Guarani) 46’ do 2º tempo

Equipes:

Guarani: Leandro Santos; Lenon, Diego Jussani, Willian Rocha e Salomão; Betinho, Baraka, Luiz Fernando (Juninho), Richarlyson (Bruno Mendes) e Fumagalli(Paulinho); Caíque

Técnico: Lisca

CRB: Edson Kolln, Marcos Martins, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Rodrigo Souza; Edson Ratinho, Yuri, Chico(Erick Salles) e Tinga(Tony); Neto Baiano

 

Técnico: Mazola Júnior

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.