PANCADA

  • terça, 12 dezembro 2017 00:00
Olivio foi pego no antidoping neste jogo contra o Vasco: pena de quatro anos aplicada pelo TAS/CAS Olivio foi pego no antidoping neste jogo contra o Vasco: pena de quatro anos aplicada pelo TAS/CAS Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

Tribunal Arbitral do Esporte aplica quatro anos de punição ao volante Olívio

 

O Tribunal Arbitral do Esporte (CAS/TAS) oficializou a punição ao volante Olívio. Atendo a um recurso da WADA (Word Anti-Dopping Agency – Agência Mundial Anti-Dopping), o CAS/TAS aplicou a punição máxima ao jogador Olívio aplicando quatro anos de suspensão pelo uso de uma substância dopante.

A decisão foi tomada no último domingo e oficializada ao CRB ontem à tarde. Após receber a informação, o próprio presidente do CRB, Marcos Barbosa, esteve com o jogador. Somente hoje pela manhã, o clube oficializou a posição.

A punição do CAS/TAS levará o volante Olívio a ficar afastado dos gramados por mais três anos, visto que um ano já foi cumprido.

O volante Olívio foi pego no exame antidoping na partida contra o Vasco, pela Copa do Brasil de 2016, realizada em Maceió, no dia 11 de maio. Imediatamente ele foi suspenso de forma preventiva pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

No julgamento, o jogador foi suspenso com um ano de suspensão em julgamento da primeira Comissão Disciplinar. O CRB recorreu mas o pleno do STJD manteve a punição da Comissão Disciplinar. No entanto, a a Agência Mundial Antidoping recorreu ao TAS, solicitando o aumento da pena. Após cumprir um ano de suspensão, Olívio voltou aos gramados neste ano e chegou a fazer sete jogos pela Série B.

A confirmação do resultado de ampliação da pena para o jogador – sem possibilidade de qualquer outro recurso – fez o CRB emitir uma nota oficial.

 

Veja a nota oficial do CRB na íntegra:

O Clube de Regatas Brasil foi notificado, na tarde desta segunda-feira (11), que o atleta Olívio teve sua pena por doping ampliada de um para quatro anos, em julgamento que foi realizado pelo Tribunal Arbitral do Esporte, localizado na Suíça.

O CRB lamenta profundamente essa decisão, principalmente por se tratar de um atleta com a carreira vitoriosa e limpa que o Olívio tem como marcas registradas ao longo dos mais de dez anos como jogador de futebol e muitos exames antidoping realizados.

Segundo o presidente Marcos Barbosa, o atleta não ficará desemparado e todos no clube recebem com muita tristeza o resultado do julgamento. “Todos conhecem o caráter e honradez que norteiam a vida do Olívio. Podem ter certeza que vamos estar ao lado dele neste momento difícil e tomar a melhor decisão para que ele receba o conforto necessário”, disse ele.

Olívio Aparecido da Costa chegou ao CRB no ano de 2014. A partir deste momento nascia uma história de amor entre o clube e o jogador, que resultou em muitas conquistas e fizeram do volante um ídolo da torcida regatiana.

Conquistou quatro títulos alagoanos, um acesso para a Série B e sempre foi considerado o melhor da sua posição em todas as competições que disputou com a camisa do Galo. Foram 150 jogos de muito futebol, dedicação e uma raça que fazia o nome de Olívio ser entoado em todos os campos que o Galo estivesse.

Neste momento muito difícil para o atleta, o CRB reitera que estará sempre ao seu lado, pois a história recente de vitórias e títulos do Galo sempre teve a participação de Olívio, um legado que não terá essa punição como capítulo final.

 

Força, Olívio!

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.