LOUCURA...LOUCURA

  • segunda, 07 maio 2018 00:00
CRB vence o Sampaio em jogo eletrizante até o final: 3 a 2 CRB vence o Sampaio em jogo eletrizante até o final: 3 a 2 Lucas Almeida - Sampaio Corrêa

Em jogo com final eletrizante e com erros de arbitragem, CRB vence nos acréscimos: 3 a 2

 

A partida entre Sampaio Corrêa e CRB foi uma loucura, principalmente, nos dez minutos finais da partida. Foram marcados três gols neste período. O CRB chegou ao gol da vitória já aos 50 minutos, derrotando o Sampaio Corrêa por 3 a 2.

Logo no primeiro tempo, o CRB abriu o marcador com Bruno Paulo. Mas em um lance irregular, o meia atacante João Paulo empatou o jogo. O camisa 10 do Sampaio estava em posição de impedimento. No tempo final, o CRB chegou a virada em outro questionado e com uma irregularidade apontada. Neto Baiano subiu e dividiu com o goleiro André antes de tocar para o gol, recolocando o Galo em vantagem. Os jogadores do Sampaio reclamaram de falta, André ficou no chão desolado e após o jogo, o zagueiro Flávio Boaventura admitiu que houve falta no goleiro. Já aos 47 minutos, escanteio para o time maranhense e Maracás voltou a empatar o jogo e já aos 50 minutos, escanteio para o CRB e Flávio Boaventura subiu mais que todo mundo e cabeceou de forma forte para assegurar a vitória do CRB: 3 a 2.

Esta foi a segunda vitória seguida do CRB na Série B do Campeonato Brasileiro da Série B após três derrotas seguidas no começo da competição. Além de ser a primeira vitória fora de casa na competição.

Na abertura da 5ª rodada, o CRB subiu na tabela de classificação. O time que estava na zona de rebaixamento, agora soma seis pontos e está em 10º lugar. Já o Sampaio estacionou nos quatro pontos e ocupa a 16ª posição.

Na 6ª rodada, o CRB abre a rodada enfrentando o Avaí, no Estádio Rei Pelé, na próxima 3ª feira, 15, ás 19h15. O Sampaio Corrêa fechará a rodada, no  sábado, 19, jogando em Pelotas, contra o Brasil.

O Jogo

Mesmo atuando fora de casa e levando em consideração o desgaste da equipes com jogos sequencias, o CRB começou a partida em São Luís ditando o ritmo do jogo. O time conseguia trabalhar as jogadas, ter as ações do jogo e aos poucos foi mostrando a superioridade sobre o adversário.

Aos 17 minutos, uma jogada confusa na frente da área, Edson Borges deu a assistência para Bruno Paulo, que partiu para uma jogada individual e bateu para o gol, André Luiz passou da bola e foi traído pela trajetória da bola: CRB 1 a 0.

Aos 30 minutos, o CRB construiu um contra-ataque, Neto Baiano entrou na área e errou o passe para Edson Ratinho, Maracás cortou.

O jogo seguiu até que aos 40 minutos, quando uma bola foi alçada na área do CRB, a bola tocou no  jogador Bruninho, enganou Edson Borges e sobrou – em posição duvidosa – para João Paulo fazer Penha, que praticamente caído, empurrou a bola para o fundo do gol. Sampaio 1 x 1.

Após o gol marcado, os jogadores do CRB pressionaram o árbitro assistente Vanderson Zanotti, que não correu para o centro do campo. Os jogadores das duas equipes pressionaram, criaram um tumulto, mas depois de um bom tempo, o árbitro falou com o assistente e confirmou o gol da Bolívia Querida.

O Sampaio Corrêa começou o segundo tempo pressionando o CRB. Logo aos seis minutos, a bola foi cruzada e sozinho, João Paulo bateu de primeira, escolhendo o canto contrário do goleiro do CRB. A bola passou perto e João Paulo quase consegue a virada.

De maneira impressionante, o Sampaio seguia melhor e aos doze minutos, criou uma nova oportunidade. Bruno Moura cruzou e no meio da defesa, Uillian de cabeça, forçou João Carlos e salvar o CRB.

Novamente, João Carlos salvou o CRB. Após um novo lance criado pelo lado esquerdo da defesa do CRB, a bola foi cruzado e após uma confusão no meio da defesa e Edson Borges chutou contra o próprio gol para o camisa 1 do Galo operar um novo milagre.

Tinga encaixou uma arrancada sensacional atravessando desde o campo defensivo do CRB até a área do Sampaio Corrêa, mas acabou perdendo o equilíbrio e caindo quase na marca do pênalti.

O CRB seguia sem conseguir parar o Sampaio e aos 32 minutos, Alvinho venceu a marcação e quase á queima roupa, chutou para uma nova defesa de João Carlos.

O CRB passou a sair mais para o jogo e aos 42 minutos, em um lance com dois erros da defesa do Sampaio, Neto Baiano dividiu com o goleiro André e recolocou o CRB em vantagem.

A reta final da partida foi enlouquecedor. Aos 48 minutos, escanteio para o Sampaio e Maracás subiu muito alto, desviou e empatou o jogo: 2 a 2.

Mas em um jogo tão louco, aos 50 minutos, o CRB conseguiu o gol de uma vitória recheada de emoção. Escanteio e Flávio Boaventura subiu muito alto para cabecear e definir a vitória do CRB: 3 a 2.

Ficha Técnica

Sampaio Corrêa 2 x 3 CRB

Campeonato Brasileiro – Série B – 5ª Rodada

Local: Estádio Governador João Castelo ‘Castelão’ (São Luís-MA)

Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (CBF-ES)

Árbitro Assistente 1: Fabiano da Silva Ramires (CBF-ES)

Árbitro Assistente 2: Vanderson Antonio Zanotti (CBF-ES)

4º Árbitro: Ranilton Oliveira de Sousa (CBF-MA)

Renda: R$ 12.100,00 Público: 1.406 torcedores (com 805 pagantes)

Cartões Amarelos: Bruninho, Uillian (Sampaio Corrêa) Diego, Feijão, Flávio Boaventura (CRB)

Expulsões: Uillian (Sampaio Corrêa)

Gols: Bruno Paulo (CRB) 17’ , João Paulo Penha (Sampaio Corrêa) 40’do 1º tempo; Neto Baiano (CRB) 42’ e Maracás(Sampaio Corrêa) 48’ e Flávio Boaventura (CRB) 50’ do 2º tempo

Equipes:

Sampaio Corrêa: André Luiz, Bruno Moura, Joécio, Macarás e Alyson; Cesar Sampaio e Willian; Danielzinho (Reginaldo Júnior), João Paulo (Carlão)e Bruninho (Uillian); Alvinho

Técnico: Romildo Freire

CRB: João Carlos, Diogo Matheus, Flávio Boaventura, Edson Borges (Anderson Conceição) e Diego; Feijão e Lucas Siqueira; Edson Ratinho, Tinga (Leílson) e Bruno Paulo (Juninho Potiguar); Neto Baiano

Técnico: Jr Rocha

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.