ESQUENTOU

  • quinta, 05 julho 2018 00:00
Sciola foi bem marcado por Didira: vitória importante do CSA em Pelotas Sciola foi bem marcado por Didira: vitória importante do CSA em Pelotas Jonathan Silva - GEB

CSA vence frio, derrota o Brasil e reassume a vice-liderança da Série B

 

 

Demorou cinco rodadas mas a seca de vitórias do CSA foi interrompida. Jogando no interior do Rio Grande do Sul, em Pelotas, o time do CSA foi perfeito na estratégia e mortal em um primeiro tempo muito eficiente. O resultado foi o reencontro com a vitória: CSA 2 a 0.

No primeiro tempo, o CSA marcou os dois gols. Daniel Costa e Rafinha marcaram os gols da vitória azulina. Com três pontos somados, o CSA chegou aos 25 pontos, subindo posições no G4 e reassumindo a vice-liderança da Série B. Já o Brasil estacionou nos 13 pontos e é o vice lanterna.

Na 15ª rodada, o CSA voltará a jogar no Rei Pelé, enfrentando o Sampaio Corrêa, na sexta-feira, 13, 21h30. O Brasil jogará novamente em Pelotas, também na sexta-13, mas ás 18, contra o Juventude, em um pega gaúcho na Série B.

 

O Jogo

 

A partida foi iniciada com o Brasil de Pelotas tentando impor um ritmo forte, mas sendo travada pelo sistema defensivo do CSA. O primeiro lance de finalização com mais perigo na partida veio apenas aos 13 minutos, quando Pereira arriscou de longe. O goleiro azulino Lucas Frigeri foi na bola, mas o arremate passou por cima do gol. Pereira seguiu sendo o mais efetivo no time xavante. Aos 16 minutos cobrou um escanteio muito fechado e na eminência de ver a bola entrar, Frigeri deu um soco na bola e afastou. No minuto seguinte, o CSA respondeu com Didira chutando forte da entrada da área e assustando o goleiro Marcelo Pitol.

Novamente o CSA chegou mas desta vez pelo lado esquerdo. Rafinha cruzou, Michel Douglas desviou de cabeça e Pitol foi fazer a defesa.

Mas o time azulino conseguiu equilibrar as ações e incomodar o Brasil. Aos 32 minutos, Rafinha fez jogada de ponta, venceu a marcação na velocidade e foi ao fundo, o cruzamento passou por vários jogadores, mas não passou por Daniel Costa. Desvio de primeira, bola no fundo do gol: CSA 1 a 0. Após o gol, o CSA conseguiu seguir dentro de sua estratégia. Um contra ataque veloz, quase fez o time azulino a marcar o segundo. Daniel Costa lançou Niltinho, que tocou para Feerrugem, que bateu para o gol. Marcelo Pitol espalmou, fazendo uma defesa importante.

Melhor postado em campo, o CSA chegou ao segundo. Calyson errou, escorregou e Rafinha dominou, acertou um lindo chute cruzado e placar ampliado: CSA 2 a 0.

O segundo tempo começou com o Brasil partindo com tudo para o ataque, mas o time azulino seguia se defendendo bem e encaixando contra-ataques fortes.  O Alagoano não conseguia ampliar graças aos erros no último passe.

O time de Pelotas não tinha outra alternativa e criava e pressionava com chances de diminuir o marcador. Frigeri fez defesas importante, o Brasil teve bola na trave, mas não conseguiu balançar as redes.

 

Ficha Técnica

Brasil-RS 0 x 2  CSA

Campeonato Brasileiro – Série B – 14ª Rodada

Local: Estádio Bento de Freitas (Pelotas-RS)

Árbitro:Jailson Macedo Freitas (CBF-BA)

Árbitro Assistente 1: Elicarlos Franco de Oliveira (CBF-BA)

Árbitro Assistente 2: Jucimar dos Santos Dias (CBF-BA)

4º Árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro (CBF-RS)

Renda:  Público:

Cartões Amarelos: Sousa, Willian Machado (Brasil)

Gols: Daniel Costa (CSA) 32’ e Rafinha (CSA) 40’ do 1º tempo;

Equipes:

Brasil-RS: Marcelo Pitol, Eder Sciola, Leandro Camilo, Willian Machado e Bruno Colaço; Leandro Leite; Mossoró, Sousa(Caio), Pereira (Toty) e Calyson(Michel) Luiz Eduardo

Técnico: Gilmar Dalpozo

CSA: Lucas Frigeri, Celsinho, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Edinho e Ferrugem(Yuri); Niltinho, Daniel Costa (Roger) e Didira; Michel Douglas (Dawhan)

Técnico: Marcelo Cabo

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.