FOI RUIM

  • domingo, 05 agosto 2018 00:00
Contra o Avaí no Rei Pelé, CRB teve o pioro momento no 1º turno: maior goleada sofrida por um mandante Contra o Avaí no Rei Pelé, CRB teve o pioro momento no 1º turno: maior goleada sofrida por um mandante Ailton Cruz

Números e presença constante no Z4 mostram o ‘estrago’ feito no 1º turno do CRB

 

Já se foram 113 dias, 19 rodadas e todo o turno da série B do Campeonato Brasileiro. É inegável que neste primeiro momento, o estrago causado no CRB é muito grande.

Foram apenas 21 pontos somados nos 57 disputados, um percentual muito baixo de 36,8%. Cinco vitórias em 19 jogos, 15 gols marcados, média inferior a um por partida e 22 gols tomados, média superior a um por jogo.

Com o encerramento da última rodada do turno, o CRB ficou na 18ª posição, voltando a zona de rebaixamento, aliás, local onde o Galo mais esteve nos jogos de ida. Das 19 rodadas que foram disputadas, o CRB esteve na zona de rebaixamento em 15 delas.

Apenas uma mudança forte no returno fará o Galo reverter a dificuldade para se manter na Série B. Em sete edições da Série b no sistema de ida e volta com pontos corridos, em apenas uma edição, o CRB conseguiu fazer mais pontos no returno que no turno. Foi em 2015 quando o time somou 29 pontos no returno contra 25 somados no turno.

Pensando em evitar o rebaixamento, o CRB precisa de pelo menos 26 pontos. Isto significa oito vitórias e dois empates ou nove vitórias nos dezenove jogos que o CRB fará. Rigorosamente o time precisaria quase dobrar o número de vitórias que teve neste turno.

Além disto foram três treinadores e uma dificuldade: encontrar um time ao longo de todas as partidas que foram disputadas.

 

Confira infográfico com números da campanha do CRB

 

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.