#REPETIÇÃO

  • sexta, 07 setembro 2018 00:00
CRB e Guarani empataram no Rei Pelé: resultado ruim para os dois CRB e Guarani empataram no Rei Pelé: resultado ruim para os dois Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

CRB sai na frente mas novamente cede espaço e entrega empate para o Guarani

 

A hastag repetição mostra um cenário já visto durante toda a Série B feita pelo CRB. Um time sem inspiração, sem força ofensiva, com pouca capacidade de definir e mesmo depois de criar uma vantagem, cede a igualdade do resultado.

Aos final dos 97 minutos, o CRB novamente amargou um empate em casa. Os dois gols foram marcados no tempo final. Neto Baiano cobrando pênalti aos 18 minutos pois o Galo na frente. Mas 15 minutos depois, o Guarani conseguiu o empate com Bruno Mendes.

O empate levou o CRB para 29 pontos na tabela de classificação e fez o time permanecer na 15ª posição na abertura da rodada. Um combinação de resultados de Paysandu, Juventude e Brasil podem fazer com que o CRB retorne a zona de rebaixamento. Já o Guarani chegou aos 38 pontos e no começo da rodada chegou a subir uma posição indo para o 6º lugar. No entanto poderá perder posições para Figueirense e Coritiba.

Na próxima rodada, o CRB entrará em campo no sábado, 16h30, no Estádio Bento de Freitas, em Pelotas, contra o Brasil. Na mesma 26ª rodada, o Guarani jogará no Brinco de Ouro, na quinta-feira, 13, ás 21h, contra o Juventude.

O Jogo

O CRB começou fogoso, botando pressão no Guarani. Logo aos quatro minutos, Willians Santana fez sua jogada tradicional, dominou, cortou para o meio e chutou forte, mas a bola subiu muito. No minuto seguinte, CRB triangulou pelo lado direito e após o cruzamento houve rebote da defesa e Rafael Carioca chutou de fora com muita força assustando o goleiro Agenor.

Apesar de ter mais posse, um domínio maior das ações, o CRB seguia apresentando muita dificuldade na criação de momentos ofensivos e ai seguia com a bola, mas sem a construção de finalizações.

Escanteios e faltas eram os momentos de maior perigo, mesmo assim, ninguém aproveitou estes momentos.

O segundo tempo começou melhor para o Guarani. O time saiu mais para o jogo e aos cinco minutos após um cruzamento pelo lado direito, Rondinelly cabeceou na trave assustando o goleiro João Carlos.

Aos oito minutos, Ricardinho arriscou de fora, João Carlos se complicou e quase leva um gol defensável.

Com nove minutos, o técnico Doriva trouxe a campo o meia Renan Oliveira, contratado como a última esperança de tentar acertar o meio do Galo, ofertar criatividade.

Aos 16 minutos, Iago recebeu dentro da área, o zagueiro Edson Silva tocou no atacante do Galo e a arbitragem deu a penalidade. Completando 150 jogos com a camisa do CRB, Neto Baiano foi para a cobrança da penalidade e cobrou com imensa qualidade: CRB 1 a 0.

Após tomar o gol, o Guarani saiu para o jogo. Bruno Mendes e Longuine, que não começaram por conta do CK, entraram para mudar o jogo. No primeiro lance, Bruno Mendes foi ao fundo e cruzou, João Carlos deu um tapinha e evitou que Longuine chegasse para finalizar. No lance seguinte não deu. Pará cruzou e Bruno Mendes se antecipou a defesa, tocou para o fundo do gol.

O CRB sofreu uma pressão em relação ao domínio de bola, mas reagiu e aos 41 minutos, Rafael Carioca chutou cruzado e quase marca o segundo do gol. Dois minutos depois, Elias arrancou cruzou rasteiro e Renan Oliveira chegou de carrinho, quase marcando o segundo gol regatiano.

Ficha Técnica

CRB 1 x 1 Guarani

Campeonato Brasileiro – Série B – 26ª Rodada

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (CBF-GO)

Árbitro Assistente 1: Tiago Gomes da Silva (CBF-GO)

Árbitro Assistente 2: Paulo Cesar Ferreira de Almeida (CBF-GO)

4º Árbitro: Rafael Carlos Salgueiro (CBF-AL)

Renda: R$   Público:

Cartões Amarelos: Everton Sena, Wellington Carvalho, Neto Baiano (CRB) Ricardinho, Marcão, Bruno Xavier (Guarani)

Gols: Neto Baiano (Pênalti-CRB) 18’ e Bruno Mendes (Guarani) 33’ do 2º tempo

Equipes:

CRB: João Carlos, Diego Matheus, Everton Sena, Wellington Carvalho e Rafael Carioca; Claudinei; Luiz Otávio, Iago(Elias), Diego Rosa e Willian Santana(Leílson); Neto Baiano

Técnico: Doriva

Guarani: Agenor, Kevin, Phillipe Maia, Edson Silva e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Fabricio Bigode, Rondinelly e Matheus Oliveira(Bruno Xavier); Marcão

Técnico: Umberto Louzer

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.