#CHEIRINHO

  • sexta, 02 novembro 2018 00:00
CSA consegue virada sensacional e se aproxima do acesso a Série A CSA consegue virada sensacional e se aproxima do acesso a Série A Rodrigo Cortez-ASCOM CSA

Com virada épica, CSA consegue derrotar Sampaio , volta a vice-liderança e se aproxima da Série A

 

O CSA conseguiu um resultado excepcional e que o deixou bem mais próximo da Série A.  A vitória nas condições em que o jogo aconteceu, deixou um ‘cheirinho’ de Série A. Jogando no Castelão em São Luís, o CSA chegou a ficar com um jogador a menos e mesmo assim, conseguiu virar o jogo, com dois gols de Neto Berola. Celsinho já havia marcado no primeiro tempo e colocado o time azulino em vantagem.

Mas em três minutos, ainda no primeiro tempo, o Sampaio virou com gols marcados por Esquerdinha e Mateuzinho. No segundo tempo, após estar em desvantagem, o CSA ainda ficou com um jogador  a menos, pois já havia feito três mudanças e o zagueiro Leandro Souza se machucou e não teve condições de retornar ao campo.

Ai brilhou a estrela de Neto Berola. Em lances de sobra de bola, Berola fez dois gols e  garantiu a vitória do CSA.

Com 57 pontos, o CSA se aproximou do acesso para Série A. O time azulino assume temporariamente a vice-liderança e torce por um empate do Avaí para seguir como vice-líder. Com os mesmos 32 pontos, o Sampaio Corrêa estacionou na 19ª posição  e ficou em situação difícil para não sofre o rebaixamento.

O resultado do Atlético(GO), neste sábado, contra o Fortaleza, poderá assegurar a permanência do CSA no G4 por mais um rodada, independente do resultado da partida contra o Fortaleza.

Na próxima rodada, o CSA enfrentará o Fortaleza, na próxima 3ª feira, 6, 21h30, na Arena Castelão. Já o Sampaio Corrêa enfrentará o Goiás, também na 3ª feira, ás 20h, no Estádio Olímpico, em Goiânia.

O Jogo

As duas equipes iniciaram a partida sem se esconder do jogo. Buscavam transições, situações ofenstivas, mas faltava qualidade no terço final para lances de finalizações. No Sampaio, a pressão pelo resultado deixou o time ainda mais intranquilo e errando muitos passes. No CSA, sem mobilidade,  o atacante Walter não consegue segurar a bola e alguns lances fazia o jogo parar. Nos quinze minutos iniciais nenhuma finalização no gol.

A primeira grande jogada da partida foi do CSA. Hugo Cabral dominou fora da área, fez um lindo drible, mostrando sua força no ‘um contra um’, e Hugo bateu com precisão, a bola explodiu na trave e assustou o goleiro Andrey.

Dois minutos depois, o Sampaio teve sua oportunidade. Após um cruzamento na área, Jheimy subiu e cabeceou, mas Frigeri fez a defesa com tranquilidade no meio do gol.

Aos 31 minutos, Rafinha recebeu passe de Daniel Costa e sofreu falta do Luís Gustavo. Na cobrança, Rafinha bateu forte, Andrey deu o rebote e Celsinho apareceu para bater de primeira e abrir o marcador: CSA 1 a 0.

Em desvantagem no marcador, o Sampaio foi para cima. Apesar do CSA mostrar eficiência defensiva, após jogada de Fernando Sobral, Lucas Frigeri não conseguiu o corte e Esquerdinha chegou empurrando para o gol.

O time maranhense era mais efetivo e se entusiasmou. Já aos 46 minutos, jogada de Fernando Sobral pelo lado do campo, bola no fundo cruzada e Matheuzinho chegou antecipando a defesa, desviando para o gol de virando o marcador: Sampaio 2 a 1.

Os times voltaram sem alterações para o segundo tempo e a “Bolívia Querida” retornou com mais efetividade. Aos dez minutos, o CSA optou por duas mudanças de uma só vez buscando dar mais mobilidade. Aos 18 minutos, Rafinha arriscou de fora da área e Andrey fez uma boa defesa.

As coisas não estavam muito boas para o CSA. Leandro Souza foi tocado por Jheimy, de maneira involuntária, na disputa de uma bola e acabou deixando o campo de jogo. Time ficou com dez. Mesmo assim, o CSA conseguiu chegar. Após um cruzamento pelo lado direito, o goleiro Andrey deu o rebote e Neto Berola chegou batendo, a bola ainda desvia na defesa, mas entra no gol. É o empate do CSA: 2 a 2.

Com um a menos, o CSA passou a ser pressionado e mudou a característica para se defender. Yuri, por exemplo, foi ocupar o lugar de Leandro Souza, Didira passou a fazer o papel de volante e o time buscava a ligação direta.

Mesmo com um a menos, o CSA ainda assustou Andrey. Neto Berola fez jogada individual e na entrada da área, chutou de bico, Andrey se esticou e defendeu.

No lance seguinte, o Sampaio quase volta a frente do marcador. César Sampaio chegou com a bola dominada, teve espaço e soltou um canudo. A bola explodiu no travessão. CSA escapou de boa.

Mas o CSA seguia acreditando. Aos 42 minutos, Rafinha cobrou uma falta, Rubens brigou por cima, desviou e no rebote, Neto Berola, novamente ele, chutou, a bola desvia na defesa e o CSA consegue a virada mesmo com um jogador a menos. CSA 3 a 2.

No último lance de perigo, Mateuzinho fez jogada individual, chutou de fora da área, mas Lucas Frigeri deu um tapinha sensacional e evitou o empate. Final de jogo: Sampaio Corrêa 2 x 3 CSA.

Ficha Técnica

Sampaio Corrêa 2 x 3  CSA

Campeonato Brasileiro – Série B – 34ª Rodada

Local: Estádio Castelão (São Luís-MA)

Árbitro: Rodrigo Carvalhares de Miranda (CBF-RJ)

Árbitro Assistente 1: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (CBF-RJ)

Árbitro Assistente 2: Daniel do Espírito Santo Parro (CBF-RJ)

4º Árbitro: Raimundo José Chagas Araújo (CBF-MA)

Renda: R$ 16.875,00  Público: 2.477 torcedores (com 1.138 pagantes)

Cartões Amarelos: César Sampaio, Joécio, Odair Lucas (Sampaio Corrêa)

Expulsões: Luís Gustavo (Sampaio Corrêa)

Gols: Celsinho (CSA) 32’, Esquerdinha (Sampaio Corrêa) 43 e Matheuzinho (Sampaio Corrêa) 46’ do 1º tempo; Neto Berola (CSA) 27’ e 41’ do 2º tempo

Equipes:

Sampaio Corrêa: Andrey, Luís Gustavo, Joécio, Odair Lucas e Julinho; Jocinei (César Sampaio)e Adilson Goiano (Mizael); Fernando Sobral, Esquerdinha (Eloir) e Mateusinho; Jheimy

Técnico: Marcinho Guerreiro

CSA: Lucas Frigeri, Celsinho, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Yuri e Dawhan(Neto Berola); Didira, Daniel Costa (Jhon Cley) e Hugo Cabral; Walter (Rubens)

Técnico: Marcelo Cabo

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.