QUASE AQUI

  • terça, 06 novembro 2018 00:00
CRB consegue 100% em casa na reta final e comemora 'quase' permanência CRB consegue 100% em casa na reta final e comemora 'quase' permanência Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

CRB vence o Juventude, chega aos 41 pontos e fica próximo da permanência

 

Quando faltavam cinco jogos para o encerramento da Série B, o CRB apostava em obter 100% em casa para assegurar sua permanência. O Galo conseguiu.  Após vitórias sobre o Goiás e sobre o Boa, o CRB cravou os 100% ao derrotar o Juventude por 2 a 0 no Estádio Rei Pelé.

Renan Oliveira e Willians Santana marcaram os gols do time regatiano. A vitória fez o CRB chegar aos 41 minutos, permanecendo na 16ª posição e deixando o time muito próximo da permanência na Série B. O Juventude estacionou nos 35 pontos, ficando a sete pontos do próprio CRB, com apenas nove pontos a serem disputados. A briga direta do CRB passa a ser com Paysandu e o time regatiano possui quatro pontos a mais. A Paysandu precisaria tirar estes quatro pontos em nove que serão disputados.

Na próxima rodada, o CRB enfrentará o Criciúma, no próximo sábado, 10, 16h00, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma. Já o Juventude receberá a Ponte Preta, na sexta-feira, 9, ás 19h30.

O Jogo

A partida entre CRB e Juventude começou com os dois times buscando sair para o jogo. Os erros de passes começaram a com

Logo aos 11 minutos, o CRB criou uma linda jogada. Iago criou a jogada pelo lado, Mazola fez um lindo corta-luz e deixou a bola pela penetração de Renan Oliveira, ele dominou a bola e bateu rasteiro, fazendo CRB 1 a 0.

Oito minutos depois, o Juventude criou a melhor jogada do time gaúcho até então. Neuton recebeu uma bola livre na intermediária e chutou forte, com perigo, assustando o goleiro João Carlos. O Juventude pouco criava mas aos 39, após um rebote errado da defesa, Gabriel Valentin dominou e chutou, mas no meio do gol João Carlos fez a defesa com tranquilidade.

O começo do tempo final  trouxe um jogo mais aberto. Com 20 segundos, Mazola tentou uma jogada ofensiva e ainda no minuto inicial, Hugo Sanches fez boa jogada, mas Elias não conseguiu dominar para finalização.

Willians Santana sofreu uma falta na meia lua e na cobrança, Ratinho bateu Tony se antecipar e cometer outra irregularidade. Nova falta desta vez, dentro da área. Em dois lances, a bola foi rolada

O Juventude confirmou o momento de mais ofensividade na partida aos 16 minutos. Na entrada da área, Gabriel Valentin fez o drible e chutou forte, João Carlos fez a defesa no meio do gol.

No lance mais perigo do Juventude na partida, a equipe gaúcha quase chega ao gol de empate aos 20 minutos. Felipe Mattioni fez grande jogada, foi ao fundo de cruzou, Gabriel Valentini chutou forte e João Carlos fez a defesa no rebote Elias chutou por cima.

O Juventude insistia nas possibilidades das bolas paradas, mas a defesa do CRB conseguia segurar as bolas pelo alto do time gaúcho. Aos 35 minutos, Iago puxou o contra-ataque com velocidade, cruzou para área e Willians Santana chegou de carrinho, dividindo com a defesa e marcando o segundo gol do CRB: 2 a 0.

Após o segundo gol, o CRB se fechou e fez o tempo passar assegurando um resultado que lhe deixa próximo da permanência.

Ficha Técnica

CRB 2 x 0 Juventude

Campeonato Brasileiro – Série B – 35ª Rodada

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CBF-RJ)

Árbitro Assistente 1: Michael Correia (CBF-RJ)

Árbitro Assistente 2: Thiago Henrique Neto Correia Farinha (CBF-RJ)

4º Árbitro: Denis Ribeiro Serafim (CBF-AL)

Renda: R$ 58.198,00 Público: 8.194 torcedores (com 6.324 pagantes)

Cartões Amarelos: Amaral, Tony, Felipe Mattioni (Juventude) Serginho, Iago (CRB)

Gols: Renan Oliveira (CRB) 11 do 1º tempo e Willians Santana (CRB) 35’ do 2º tempo

Equipes:

CRB: João Carlos, Edson Ratinho (Diogo Matheus), Everton Sena, Anderson Conceição e Paulinho; Claudinei e Serginho; Willians Santana (Tinga), Renan Oliveira e Iago; Mazola (Rafael Carioca)

Técnico: Roberto Fernandes

Juventude: Douglas, Felipe Mattioni. Micael(Wagner), Rafael Bonfim e Neuton; Rodrigo (Tony), Hugo Sanches(Douglas), Amaral e Denner; Elias e Gabriel Valentini

Técnico: Luiz Carlos Winck

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.