ERROU DEMAIS

  • segunda, 14 setembro 2020 00:00
CRB comete muitos erros e perde para o Paraná por 2 a 0 na Vila Capanema CRB comete muitos erros e perde para o Paraná por 2 a 0 na Vila Capanema Geraldo Bubniak/AGB

Em noite de falhas na defesa e falta de efetividade no ataque, CRB perde por 2 a 0 para o Paraná

Por Isaac Simões

Mesmo dominando a posse de bola durante maior parte do jogo, o CRB perdeu para o Paraná por 2 a 0 na noite desta segunda-feira (14), na Vila Capanema, em Curitiba-PR, pela abertura da 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Sem acertar uma bola no alvo durante o primeiro tempo, falhas defensivas e um péssimo aproveitamento na etapa final, o Galo caiu diante do Tricolor e agora é o 10º colocado na tabela.

O zagueiro Fabrício aproveitando a saída errada do goleiro Victor Souza, abriu o marcador aos 40 minutos do primeiro tempo, após cobrança de escanteio. No primeiro minuto da etapa final quem falhou foi o zagueiro Reginaldo Jr, que tentou recuar para Gum e entregou a bola de graça ao ataque paranista, que aproveitou e ampliou com Higor Meritão.

Esta foi a segunda derrota do CRB na Segundona e o terceiro jogo consecutivo sem vitória do clube regatiano. Estacionado nos treze pontos, o Galo vai buscar reabilitação na competição somente no dia 25, quando encara o Botafogo-SP, fora de casa, pela 11ª rodada do nacional. Antes, o Alvirrubro terá as duas partidas decisivas contra o Juventude pela Copa do Brasil, acontecendo na próxima quinta-feira (17), às 16h, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS, e no dia 22 (terça-feira), às 20h, no Rei Pelé, em Maceió.

Em contrapartida, o Paraná chegou aos 20 pontos e reassumiu a liderança da Série B. O Tricolor volta a campo somente no dia 26 (sábado) para enfrentar o Brasil de Pelotas, no Bento Freitas, às 18h30. 


Paraná soube aproveitar os erros defensivos do CRB e venceu com méritos - Foto: Robson Mafra/AGIF

 Bola Parada

Quando a bola rolou, o CRB teve uma boa apresentação durante todo o primeiro tempo. O Galo soube fechar os espaços por dentro e pelas laterais o Paraná não criou grandes oportunidades. Mas, apesar de conseguir manter uma maior posse de bola, o Regatas pecava na hora da conclusão das jogadas e praticamente não obrigou o goleiro Alisson a trabalhar nos 45 minutos iniciais. Para piorar, se conseguiu bloquear o Tricolor com bola rolando, nas bolas paradas o Alvirrubro pecou e sucumbiu diante de uma das principais armas dos donos da casa.

O primeiro grande susto saiu aos 12 minutos e era um presságio de como o Paraná buscaria a vitória. Jean Victor bateu escanteio na marca do pênalti, o grandalhão Salazar, ganhou do pequenino Diego Torres e, de cabeça, quase abriu o marcador, mas a bola passou raspando a trave direita de Victor Souza e foi para fora. Seis minutos depois, o CRB ofereceu mais uma oportunidade na bola parada. Em falta na entrada da área, Fabrício bateu por baixo, mas Victor Souza encaixou com tranquilidade.

O Galo apostava na velocidade de Luidy e Bill pelos lados. O primeiro até criou situações, mas Bill seguia tímido, errava passes simples e não conseguia impor seu jogo individual. Aos 31’, ele recebeu de Igor Cariús, entrou na área, mas na hora da devolução, tocou muito fraco e facilitou o corte da defesa paranista. A única chance do Galo veio aos 33’, quando Luidy aproveitou a bobeira da defesa adversária, arriscou da entrada da área, mas isolou.

Aos 39’, saiu a única chance do Tricolor com bola rolando. Marcelo recebeu na ponta esquerda, cortou Reginaldo Lopes e bateu bonito, acertando o travessão regatiano. Na sequência, veio novo escanteio e na bola parada o Paraná abriu o marcador. Jean Victor cobrou no segundo pau, Victor Souza saiu mal do gol, Igor Cariús não cortou e Fabrício emendou um foguete para estufar as redes do CRB: 1x0.

Antes do intervalo, Fabrício teve nova chance de ampliar em bola parada, quando cobrou falta com força e obrigou Victor Souza a espalmar.


Paraná 2x0 CRB - Foto: 
Rui Santos/Paraná Clube

 Falhas decisivas

Na etapa final, Cabo mexeu no ataque, trocando Bill e Luidy por Iago Dias e Magno Cruz. Mas, não deu nem tempo de os jogadores esquentarem em campo e uma nova falha do setor defensivo regatiano ajudou o Paraná a ampliar o placar, logo no primeiro minuto. Reginaldo Lopes recuou fraco para Gum, Renan Bressan roubou a redonda e acionou Higor Meritão que tocou na saída de Victor Souza, marcando o segundo do Tricolor: 2x0.

Com o resultado, o Paraná recuou, diminuiu a intensidade e buscou jogar nos contra-ataques. A postura dos donos da casa fez o CRB finalmente finalizar mais na partida, mas o ataque regatiano, assim como a defesa, também errou e não soube ser efetivo. Aos 8 minutos, Diego Torres lançou Léo Gamalho na área, a bola escapou dele e sobrou limpa para Iago, que finalizou de primeira e mandou a redonda para fora, passando perto do gol de Alisson.

Entendendo a postura do adversário, Cabo abdicou de um volante e colocou Felipe Menezes no lugar de Moacir. A mudança deixou o CRB mais ofensivo e o meia regatiano logo teve sua chance na partida, mas proporcionou um lance inacreditável, aos 24’. Magno Cruz pressionou Jean Victor na direita, a bola resvalou e foi parar dentro da área. Léo Gamalho deu um toquinho, quebrando a marcação paranista e deixando Menezes na cara do gol, mas o camisa 18 chutou torto, desajeitado, e a bola foi totalmente sem direção do gol.

O CRB ainda voltou a perder duas chances antes do apito final. Na primeira, Igor Cariús cruzou pelo lado esquerdo e Diego Torres, livre na pequena área, chutou em cima de Alisson, que defendeu com os pés, aos 41’. Já aos 46’, Léo Gamalho recebeu lançamento de Cariús, ajeitou para trás, mas Magno Cruz cabeceou fraquinho nas mãos de Alisson.

Ficha técnica
Paraná 2x0 CRB

Campeonato Brasileiro – Série B – 10ª Rodada

Local: Vila Capanema (Curitiba-PR)

Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (CBF-RS)

Árbitro Assistente 1: Mauricio Coelho Slva Penna (CBF-RS)

Árbitro Assistente 2: Luiza Naujorks Reis (CBF-RS)

4º Árbitro: Murilo Ugolini Klein (CBF-PR)

Cartões Amarelos: Jhonny Douglas (Paraná); Gum, Reginaldo Jr, Igor Cariús, Léo Gamalho e Iago Dias (CRB)

Expulsões:

Gols: Fabrício (Paraná, aos 40’ do 1º tempo) e Higor Meritão (Paraná, aos 8’ do 2º tempo)

EQUIPES

Paraná: Alisson; Paulo Henrique, Salazar, Fabrício e Jean Victor; Jhonny Douglas, Higor Meritão e Renan Bressan (Karl); Gabriel Pires (Juninho), Marcelo e Bruno Gomes (Léo Castro).

Técnico: Allan Aal

CRB: Victor Souza; Reginaldo Lopes, Gum, Reginaldo Jr e Igor Cariús; Claudinei, Moacir (Felipe Menezes) e Diego Torres; Luidy (Magno Cruz), Bill (Iago Dias) e Léo Gamalho.

Técnico: Marcelo Cabo

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.