PODERIA TER SIDO MELHOR

  • terça, 15 dezembro 2020 00:00
Pedro Lucas comemora o gol marcado no Independência: CSA empata e segue colado no G4 Pedro Lucas comemora o gol marcado no Independência: CSA empata e segue colado no G4 Vinicius Silva/CSA

CSA empate com Cruzeiro, distância para o G4 fica em 1 ponto, mas deixe escapar o 3º lugar

 

 

 

O CSA fez um jogo equilibrado e competitivo com o Cruzeiro, na noite desta terça-feira, no Estádio Independência pela 29ª rodada da Série B. O empate em 1 a 1acabou trazendo justiça para o resultado. Enquanto o CSA teve as pricipais oportunidades para marcar – com Fábio até fazendo duas defesas salvadoras - , o Cruzeiro apresentou mais volume , pressionando o time alagoano, notadamente no 2º tempo.

 

Os gols da partida foram marcados pelos atacantes Pedro Lucas para o CSA, enquanto Rafael Sobis marcou para o Cruzeiro.

 

Após abrir o marcador ainda na etapa inicial após uma linda assistência de Yago para Pedro Lucas cabecear com uma força impressionante, o Azulão desperdiçou duas boas jogadas construídas com Andrigo e Cedric pecando na tomada de decisão.

 

Após insistir em bolas finalizadas de média e longa distância, o Cruzeiro foi premiado quando Giovanni insistiu na estratégia, Matheus Mendes deu o rebote e Sobis empurrou para o gol. O Cruzeiro ainda insistiu nos chutes de fora da área, mas sem a mesma eficiência. O CSA ainda teve outras duas grandes oportunidades. A primeira com Pedro Lucas e a segunda – ainda mais clara – com Victor Silva. Nas duas oportunidades, o goleiro cruzeirense fez duas excelentes defesas.

 

Com o resultado, o CSA chegou aos 45 pontos, atingindo seu primeiro objetivo e assegurando-se na Serie B em 2021. Restando nove jogos, o CSA vai em busca do seu objetivo traçado: o acesso para Série A. Neste quesito, o time alagoano desperdiçou a oportunidade de ser o terceiro colocado na tabela de classificação. Apesar disto, com as derrotas de Juventude e Sampaio Corrêa, o CSA ficou a um ponto do G4 , ocupando a 6ª colocação com o mesmo número de pontos que o Sampaio , que ocupa a 5ª colocação e um ponto atrás do Juventude, quarto colocado.

 

Já o Cruzeiro chegou aos 39 pontos, ocupa a 10ª colocação, mas poderá ser ultrapassado pelo Confiança. Em relação ao desejo de retornar a Série A, o Cruzeiro vê a situação ficar mais complicada pois agora está a sete pontos restando apenas nove partidas.

 

Na próxima rodada, o CSA irá enfrentar o Juventude, na próxima sexta-feira, 18, ás 18h, no Estádio Alfredo Jaconi. Já o Cruzeiro enfrentará o Avaí, também na sexta-feira só que as 20h30, na Ressacada.

 

O Jogo

 

O começo da partida mostrava duas estratégias bem definidas. O CSA tinha posse, girava a bola no campo defensivo do Cruzeiro, mas errava passes e não tinha infiltrações, nem finalizações. O Cruzeiro tinha uma marcação que não agredia o CSA com posicionamento mais adiantado e que agredia mais jogando no erro azulino.

 

 

O primeiro grande lance ofensivo surgiu apenas aos 11 minutos. Jogada pelo corredor direito da defesa azulina, Airton dominou pelo lado do campo, cortou para dentro e soltou um canhão, Matheus Mendes fez a defesa espalmando por cima da área.

 

Após ter sido imprensado com uma maior contundência do Cruzeiro, o CA montou sua jogada mais forte: participação dos meio campistas se aproximando da área. O homem a aparecer foi Yago que cruzou na área, a presença de Rodrigo Pimpão no meio chamou atenção de marcação e no meio dos zagueiros, atacante espaço surgiu Pedro Lucas que como uma flecha , cabeceou forte, venceu Fábio colocando o CSA na frente: CSA 1 a 0.

 

Após o gol tomado, a Raposa saiu para o jogo e deu ao CSA, aquilo que é mais gosta: espaço para organizar para atacar. Aos 32 minutos, o time azulino chegou com Nadson roubando a bola do zagueiro Manoel e nas costas do zagueiro acionou Andrigo que chutou a bola desviou na defesa. Aos 41 novamente outro bom lance do CSA após a cobranla do escanteo, Rodrigo Pimpão no primeiro pau, a bola atravessou toda a frente da meta e quase o time azulino chegou ao segundo gol.

 

Na reta final do jogo, o CSA quase chegou a mais um gol. Lindo contra ataque puxado pelo time azulino, mas Cedric demorou a tomar a decisão correta ao passar a bola Pimpão, com a demora, Cedric permitiu a recuperação de Manoel, que afastou , colocando para escanteio. Após o escanteio, Fábio pegou e Filemon tentu travar a saida de bola – ao invés de buscar a recomposição para a defesa – com isso, Fábio conseguiu ligar o contra ataque com as mãos, a bola chegou em Willian Otker que chutou cruzado, a bola atravessou a extensão da área e passou entre as pernas do atacante Rafael Sobis.

 

O segundo tempo trouxe um Cruzeiro mais agressivo. Logo nos minutos iniciais, o Cruzeiro chegou em duas oportunidades. No primeiro lance, Arthur Caique chutou quase sem ângulo e colocou a bola pelo lado de fora da rede. Depois Rafael Sobis chutou forte de fora da área e forçou Matheus Mendes a fazer uma grande defesa. O CSA teve um ótimo contra-ataque para ampliar o resultado, mas Pedro Lucas tentou a finalização direta.

 

Não demorou muito e a estratégia funcionou para o time mineiro. Dede do começo do jogo que o time adotou como estrategia, a finalização de média e longa distância. Govanni que havia entrado no segundo tempo, chutou forte e fora da área, Matheus Mendes fez a defesa parcial e no rebote, Rafael Sobis, sozinho na área, chutou forte para empatar o jogo: 1 a 1.

 

Aos 37 minutos, o CSA encaixou um lindo contra ataque e com trocas de bolas e velocidade, Diego Renan acionou Pedro Lucas que chutou cruzado – mesmo em posição irregular – e Fábio em um lance de puro reflexo fez uma bela defesa. Já aos 42 novamente Fábio demonstrou muito reflexo. Após um belo passe, Victor Silva teve a oportunidade dentro da área, mas Fábio fez uma defesa excepcional.

 

 

 

Ficha Técnica

 

Cruzeiro 1 x 1 CSA

 

Campeonato Brasileiro – Série B – 29ª Rodada

 

Local: Estádio Independência (Belo Horizonte – MG)

 

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (CBF-RN)

 

Árbitro Assistente 1: Jean Marcio dos Santos (CBF-RN)

 

Árbitro Assistente 2: Vinicius Melo de Lima (CBF-RN)

 

4º Árbitro: Michel Patrick Costa Guimarães (CBF-MG)

 

Cartões Amarelos: Jadson Silva (Cruzeiro)

 

Gols: Pedro Lucas (CSA) 25’ do 1º tempo; Rafael Sobis (Cruzeiro) 11’ do 2º tempo

 

Equipes:

 

Cruzeiro: Fábio, Raúl Caceres, Ramon, Manoel e Matheus Pereira; Jadson Silva, Filipe Machado e Jadson (Giovanni) ; Willian Pottker (Arthur Caique); Airton, Rafael Sóbis (Sassá)

 

Técnico: Luiz Felipe Scolari

 

CSA: Matheus Pmendes, Cedric, Rodolfo Filemon, Luciano Castan e Diego Renan; Geovane, Yago (Gabriel) Nadson (Marquinhos); Rodrigo Pimpão (Rafael Bilu), Pedro Lucas e Andrigo (Rone)

 

Técnico: Mozart Santos

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.