REQUERIMENTO ASSINADO

  • sábado, 02 janeiro 2021 00:00
CSA vence Sampaio de virada e está no G4 da Série B CSA vence Sampaio de virada e está no G4 da Série B Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

Yago sai do banco, comanda virada do CSA sobre o Sampaio; Azulão chega ao G4 

 

 Por Alberto Oliveira

 

Foto painel: Augsuto César - ASCOM CSA

 

 

Yago (25) é abraçado por Nadson: gol que iniciou a virada do CSA

 

 

De virada o CSA derrotou o Sampaio Corrêa por 2 a 1, na tarde deste sábado no Estádio Rei Pelé. A virada azulina teve em Yago um peça decisiva.

 

Ele entrou no jogo aos 14 minutos do 2º tempo e seis minutos depois, aos 20 minutos, Marcinho abriu o marcador em um golaço para a Bolívia Querida. Dois minutos depois, Yago empatava de cabeça após assistência de Paulo Sérgio e demorou apenas mais três minutos para Yago ofertar uma assistência para Rone marcar outro golaço e decretar a vitória do time azulino.

 

Com a vitória o CSA assegurou sua presença no G4, restando apenas seis rodadas para o final da Série B. O time azulino chegou aos 51 pontos e passou a ocupar a 4ª colocação na tabela da Série B, tirando o Cuiabá da quarta posição O time mato-grossense tem o mesmo número de pontos, mas com uma vitória a menos. Já o Sampaio Corrêa chegou ao sexto jogo sem vitória na Série B e perdeu espaço entre os melhores da competição. Estacionado nos 45 pontos, a Bolívia Querida é apenas o oitavo colocado na tabela de classificação.

 

Na próxima rodada, a 33ª da competição, o CSA irá a Florianópolis enfrentar o Figueirense no Estádio Orlando Scarpelli. O jogo será na próxima sexta-feira, 8, ás 21h30. No mesmo dia e horário, o Sampaio receberá o Cruzeiro, no Estádio Castelão, em São Luiz (MA).

 

 

O Jogo

 

Jogadores azulinos comemoram gol da virada: vitória e G4

 

 

CSA e Sampaio Corrêa se prepararam para uma verdadeira decisão. O confronto entre os dois daria o tom de seguir na briga para o acesso. Se vencesse, o CSA entraria no G4. Já o Sampaio quebraria a sequência de cinco jogos com derrotas. A partida começou com o CSA tomando a iniciativa, buscando construir situações ofensivas, mas encontrava um adversário com um ótimo estudo de jogo, marcando muito forte, de forma compacta e travando as principais ações do time azulino.

 

Neste cenário, o Sampaio conseguiu as primeiras finalizações. Foram três no total, com a mais significativa acontecendo aos 20 minutos, quando Geovani dominou mal, a bola sobrou para Roney que chutou firme, mas Matheus Mendes fez a defesa.

 

O CSA girava a bola, circulava no campo defensivo do Sampaio mas sequer conseguiu finalizar. Um primeira grande jogada azulina aconteceu apenas aos 39 minutos. A jogada começa com Luciano Castán que encontrou Rodrigo Pimpão, que trocou de corredor e estava posicionado no corredor esquerdo, passou para Geovani no corredor central e que consegui virar o lance para o corredor direito, Bilu dominou, cortou para dentro e deu um lindo passe para a infiltração de Norberto, que tentou a finalização. Ainda no primeiro tempo, o CSA ainda encaixou algumas finalizações. Geovani chutou para um defesa fácil de gustavo. Nadson também tentou e na melhor oportunidade, Paulo Sérgio finalizou com um voleio por cima do gol.

 

No segundo tempo, o CSA começava mais precipitado, intranquilo. Já o Sampaio saia na boa e construía lances perigosos, Aos 20 minutos, a defesa do CSA rebateu mal, o Sampaio dominou a primeira bola e com muito espaço, Marcinho se aproximou ada área e soltou um canudo: a bola explodiu no travessão e caiu dentro do gol. Sampaio 1 a 0.

 

Sem tempo para absorver a ducha de água fira, o CSA buscou logo empate. Aos 22 minutos, Paulo `Sérgio buscou o deslocamento pelo corredor lateral direito e cruzou, no meio da área, Yago surgiu e sozinho, cabeceou forte para empatar o jogo. Nem bem empatou, o CSA conseguiu a virada. O autor do gol de empate, Yago criou uma jogada pelo lado direito e cruzou para o lado esquerdo, Joazi deu uma escorregada para Rone acertar um lindo chute de primeira, marcando o segundo gol e decretando a virada azulina: 2 a 1.

 

Depois disto, o CSA segurou a partida. O Sampaio ainda teve Pimentinha expulso por ofender o árbitro e Léo Condé usou todas as peças ofensivas, mas o CSA segurou o marcador e conseguiu seus objetivos: vitória e G4.

 

 

Luciano Castán segurou o artilhero da S~erie B: Caio Dantas não jogou

 

Ficha Técnica

 

CSA 2 x 1 Sampaio Corrêa

 

Campeonato Brasileiro – Série B – 32ª Rodada

 

Local: Estádio Rie Pelé (Maceió-AL)

 

 

Árbitro: Wagner Reway (CBF-PB)

 

Árbitro Assistente 1: Oberto da Silva Santos (CBF-PB)

 

Árbitro Assistente 2: KildenTadeu Morais de Lucena (CBF-PB)

 

4ºº Árbitro: Jonata Gouveia (CBF-AL)

 

Cartões Amarelos: Rafael Bilu, Nadson, Geovani, Rodolfo Filemon, Norberto(CSA) Serginho, Luis Augusto (preparador físico) (Sampaio Correa)

 

Expulsões: Pimentinha , Marcos Ricelli (comissão técnica) (Sampio Corrêa)

 

Gols: Marcinho (Sampaio Corrêa) 20’ e Yago (CSA) 22’ , Rone (CSA) 26’ do 2º tempo

 

Equipes:

 

CSA: Matheus Mendes, Norberto (Cedric) , Rodolfo Filemon, Luciano Castán e Diego Renan; Geovani, Naadson (Yago) e Gabriel (Pedro Lucas); Rodrigo Pimpão( Rone), Paulo Ségio e Rafael Bilu (Andrigo)

 

Tecnico: Mozart Santos

 

Sampaio Corrêa: Gustavo, Joazi, Joécio, Daniel Felipe e João Victor (Marlon); Léo Costa (Serginho), Vinicius Kiss ( André Luiz) e Roney (Jackson); Marcinho (Robson), Caio Dantas e Pimentinha

 

Técnico: Léo Conde

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.