PONTUARAM

  • sábado, 15 julho 2017 00:00
ASA e CSA empataram sem gols no Coaracy: ruim para os dois ASA e CSA empataram sem gols no Coaracy: ruim para os dois Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

ASA e CSA empatam sem gols em jogo de poucas emoções; resultado foi melhor para o CSA

 

O clássico alagoano que abriu o returno da Série C terminou empatado. Sem conseguir incomodar os goleiros, ASA e CSA empataram sem gols na noite desta sábado, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca.

O empate fez o ASA chegar ao sexto jogo sem perder, mas com cinco empates e apenas uma vitória. O CSA chega ao sétimo jogo de invencibilidade, sendo três vitórias e quatro derrotas.

Com o empate sem gols com o ASA, o CSA chegou aos 19 pontos e permanece na liderança do grupo A. Já o ASA chegou a 11 pontos, ocupa a oitava colocação e amanhã poderá entrar na zona de rebaixamento, caso o Cuiabá vença o Botafogo(PB) na Arena Pantanal.

Na próxima rodada, o CSA enfrentará o Sampaio Corrêa, domingo,23, ás 16h, no Estádio Rei Pelé. Já o ASA enfrentará o Remo, na 2ª feira,24, ás 21h, no Estádio Mangueirão, em Belém.

O Jogo

O clássico entre ASA e CSA começou muito quente. Poucos lances construídos com qualidade e muita disputa dos jogadores dentro de campo. O CSA conseguia articular jogadas de mais perigo. No entanto, a primeira finalização aconteceu apenas aos 18 minutos, quando Daniel Angulo entrou em diagonal pelo lado esquerdo e soltou uma pancada, mas a bola subiu muito e não levou perigo ao gol defendido pelo goleiro Carlão.

Somente aos 30 minutos, o CSA criou uma situação de contra-ataque. Edinho arrancou ainda na divisória do campo ofensivo, cortou para dentro e acabou tocando para Ângulo. Ele demorou a finalizar, desequilibrou e pressionado bateu para fora.

O CSA se defendia com eficiência e tinha no atacante Edinho, a melhor opção de contra-ataque. Ele ainda articulou um segundo contra-ataque e passou para Dawhan que perdeu a passada e desperdiçou a chance.

Mal começou o segundo tempo e o CSA conseguiu encaixar uma jogada pelo lado direito. Celsinho surgiu como opção e cruzou rasteiro, Angulo fechou para o gol, não pegou bem na bola e colocou por fora, mas a bola passou muito próximo do poste inferior.

Dois minutos depois, o ASA assustou. Após cruzamento de Doda, Eron surgiu no meio da área e cabeceou para Mota defender no centro da meta.

Na resposta do CSA, novamente Edinho puxou a velocidade e tocou para Daniel Costa, que serviu Angulo para cabecear e forçar Carlão a fazer uma importante defesa.

Mesmo sendo a principal opção ofensiva, Edinho perdeu uma grande oportunidade. Após receber sozinho, ele bateu em cima do goleiro Carlão, que defendeu. O ASA respondeu com um chute de fora da área de Jean Carlos, o goleiro Mota fez a defesa.

Ficha Técnica

ASA 0  x 0 CSA

Campeonato Brasileiro – Série C – 10ª Rodada

Local: Estádio Coaracy da Mata Fonseca (Arapiraca)

Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva (SP-CBF)

Árbitro Assistente 1: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP-FIFA)

Árbitro Assistente 2: Alex Ang Ribeiro (SP-CBF)

4º Árbitro: Denis Ribeiro Serafim (AL-CBF)

Renda: R$ 42.440,00  Público: 3.995 torcedores (com 2.546 pagantes)

Cartões Amarelos: Daniel Angulo, Michel Douglas, Marcos Antonio, Boquita, Franciso Alex (CSA) Mazinho, Jean Carlos, Airton (ASA)

Equipes:

ASA: Carlão, Everton, André Lima, Eron e Airton; Mazinho (Nata) e Leanderson; Djalma (Rafael), Doda e Jean Carlos; Márcio Telê (Viola)

Técnico: Marcelo Villlar

CSA: Mota, Celsinho, Thalees, Rodrigo Lobão e Rafinha; Dawhan e Marcos Antonio (Boquita); Edinho (Vanger), Daniel Costa(Francisco Alex) e Michel Douglas; Daniel Angulo

 

Técnico: Ney da Mata

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.