RESGATANDO A HISTÓRIA

  • sábado, 05 agosto 2017 00:00
Publicitário Tom Carvalho resgata uniformes clássicos do CSA Publicitário Tom Carvalho resgata uniformes clássicos do CSA Ailton Cruz - Gazeta de Alagoas

Publicitário apaixonado pelo CSA cria projeto e resgata uniformes clássicos do clube

 

Assistindo um desenho animado ao lado de sua filha, o publicitário alagoano Tom Carvalho ouviu uma frase que lhe marcou e abriu espaço para um grande projeto de resgate. "Contando história do passado é que nossa herança se mantem".

Com isto na cabeça, Tom fez o projeto de resgatar e colorir 200 fotos antigas de Alagoas como homenagem para o bicentenário do Estado. "Eu comecei a fazer um projeto de colorir fotos antigas colorindo artificialmente", revelou.

Entre estas fotos, algumas fotos de futebol foram inclusas entre as 200 fotos do projeto e ele admite que pensou na sua grande paixão. "Vendo as fotos tínhamos algumas de futebol e eu pensei que bacana se a gente pudesse ver isso em cores", disse Tom Carvalho.

A partir disto surgiu um projeto em que o publicitário se debruçou com ainda mais prazer. O projeto juntava duas grandes paixões de Tom Carvalho: colorir fotos antigas e futebol. Surgia o projeto de dar cor a uniformes clássicos do CSA.

O processo de execução do projeto é trabalhoso, gigantesco e exige um trabalho bem minucioso. Tom passou a pesquisar na internet, no clube e no Museu dos Esportes Edvaldo Alves Santa Rosa (Dida), os registros de uniformes mais antigos do CSA. " O mais antigo que encontrei datava de 1929", revela o criador.

Com a foto em mãos, Tom buscava identificar as cores utilizadas na época e passava a recriar o uniforme. "Com a experiência de ter feito duzentas fotos, aprendi a identificar a tonalidade das cores observando as fotos em preto e preto. Aí foi ir para a criação propriamente dita e dar vida a ideia original", disse.

Neste processo de pesquisa e criação, descobriu-se a dificuldade do resgate, a colaboração do pesquisador Lauthenay Perdigão e histórias curiosas, fatos desconhecidos e situações inimagináveis, mesmo para o torcedor fanático do CSA, como ele é.

A pesquisa foi iniciada pensando em resgatar 20 uniformes clássicos da equipe. Mas o 'filho' nasceu bem mais 'pesado'. Tom já resgatou e recoloriu 29 uniformes das mais diferentes épocas. Mas com a pesquisa, que não foi interrompida, Tom Carvalho acredita que poderá chegar a um número entre 40 e 50 uniformes. "O CSA irá completar 104 anos. Gostaria de resgatar todos os uniformes. Se tivéssemos esta condição iria enriquecer muito a história do clube" explicou.

Utilizando as redes sociais para divulgar o projeto, Tom literalmente espalhou aos quatro cantos do mundo sua ideia. Entre curtidas, compartilhadas e muitos questionamentos se o CSA estaria vendendo os modelos, surgiu também o interesse de outras equipes. Entre os times que já demonstraram interesse, estão o rival, CRB e até mesmo times pernambucanos como Sport e Náutico.

"É mais fácil fazer este tipo de pesquisa com os nossos times, até mesmo pelo envolvimento e por conhecer a história dos nossos clubes. Mas estou estudando alguns convites e vamos ver o que vai dar", revelou o publicitário.

Entusiasmado com a repercussão do que está sendo feito, Tom revelou que já está desenvolvendo um projeto para o futebol de Alagoas. Neste projeto, uniformes clássicos do CRB, ASA, CSE, Penedense, que estão entre os mais conhecidos, contrastam com Barroso, Alexandria, Canavieiro e Central, de menos projeção do futebol alagoano.

deixe um comentário

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.